24
maio

Descubra os benefícios do café para o desempenho esportivo

24 / maio
Publicado por Luana Ponsoni às 17:33

A cafeína também tem sido utilizada como suplemento natural para dar aquela energia extra na hora do treino. Foto: Divulgação

Há sempre uma dúvida em relação às substâncias que realmente têm efeitos positivos na hora da prática esportiva. E um desses componentes é a cafeína. Presente no dia a dia da maioria dos brasileiros, seja no famoso cafezinho, ou em chás, chocolates, achocolatados e bebidas energéticas, a cafeína também tem sido utilizada como suplemento natural para dar aquela energia extra na hora do treino, dos exercícios ou da prática esportiva.

 Fernanda Seiffer, nutricionista clínica e funcional da E4 Consultoria de Nutrição, explica como a cafeína pode ser uma aliada da malhação. De maneira geral, o consumo da substância como suplemento alimentar melhora o desempenho físico e mental, a concentração, além de ter um efeito termogênico, que acelera o metabolismo, ou seja, transforma a gordura em fonte de energia.

Para a nutricionista, a forma de se consumir a cafeína é de escolha pessoal, o importante é observar o limite seguro para consumo, estabelecido pela OMS (Organização Mundial de Saúde).

 

“O segredo para a ingestão de cafeína está na moderação. A cafeína é uma substância que pode ser consumida antes, durante ou depois de atividades físicas, porque aumenta o foco e a concentração mental em atividades comuns do dia a dia. Mas não se pode consumir mais do que 400 mg de cafeína por dia. Para efeito de comparação, uma lata de 250ml de energético tem, em média, 80mg de cafeína, menos do que a quantidade de cafeína presente em uma xícara de café coado, por exemplo, que é de 90mg”

Fernanda Seiffer, nutricionista clínica e funcional

Mas, e para o esporte, como a cafeína pode ser benéfica? De acordo com Fernanda, a cafeína é utilizada no meio esportivo como suplemento para melhorar o desempenho físico e cognitivo em modalidades esportivas devido a seus efeitos no sistema nervoso central. E esse tipo de ingestão é recomendada, pois é validada por estudos científicos.

“Diversos estudos apontam que uma suplementação com 3 a 6 mg/kg de cafeína aumenta a oferta de energia durante a execução dos exercícios, gerando melhora nos níveis de força, potência e resistência muscular”, comenta a nutricionista.

Formas de consumo

Ainda de acordo com a nutricionista, se observada a sua quantidade de consumo, a cafeína pode fazer parte da dieta balanceada de adultos saudáveis que tenham estilo de vida ativo. “A cafeína também tem a vantagem de estar presente em uma série de produtos consumidos diariamente pelos brasileiros, como café, chás, chocolates e nas bebidas energéticas”, observa a nutricionista.

Segundo ela, as bebidas energéticas possuem em sua composição cerca de 80 mg de cafeína em uma lata de 250 ml, e podem ser uma opção fácil e rápida para a ingestão de cafeína antes, durante e depois dos treinos.

“As bebidas energéticas são boas e práticas opções para a ingestão de cafeína. Além disso, elas contam com vitaminas do complexo B, que contribuem para o rendimento energético normal do metabolismo, além de contribuírem para o desempenho mental normal e para a redução do cansaço e da fadiga. A taurina, também presente nessas bebidas, é um aminoácido produzido pelo corpo e que é eliminado devido ao stress”, explica Fernanda.

Para finalizar, Fernanda destaca um ponto de atenção em relação aos energéticos e à prática esportiva: “Vale ressaltar que os energéticos não são fontes de hidratação e não substituem a necessidade do consumo de água antes, durante e depois da prática de esportes”, finaliza.


Veja também