08
ago

A importância dos exercícios físicos para manter o colesterol equilibrado

08 / ago
Publicado por Luana Ponsoni às 9:12

A corrida é um dos exercícios físicos que ajudam a controlar o colesterol. Foto: Divulgação

Embora desempenhe funções importantes  no organismo, o colesterol em excesso representa fator de risco para o aparecimento de doenças cardiovasculares. Neste 8 de agosto, entidades e associações médicas, além de órgão ligados à saúde fazem questão de lembrar o Dia Nacional de Combate ao Colesterol. Para manter essa taxa em normalidade no organismo, algumas das condutas recomendadas são ter uma alimentação balanceada, praticar exercícios e fazer controle de peso.

“O colesterol é um tipo de gordura existente no organismo que auxilia na produção de hormônios como estrógeno, testosterona, cortisol e ácidos biliares. Mais da metade do colesterol é produzido pelo organismo, o restante vem da alimentação e, se esta estiver desequilibrada, pode aumentar os níveis do colesterol no sangue”

Prof. Dr. Antonio Carlos Chagas, cardiologista do HCor

 

Além de uma boa alimentação, a prática de atividade física é grande aliada no controle do colesterol. Segundo dados do Ministério da Saúde, o sedentarismo é responsável por 54% dos riscos de morte por distúrbios cardiovasculares. “Os estudos apontam que pessoas que foram submetidas a programas de treinamento físico apresentaram melhoria no perfil lipídico. Isso é importante, pois o colesterol é um importante biomarcador de risco cardiovascular”, explica o doutor em saúde pública, coordenador e professor de pós-graduação em Educação Física da Faculdade IDE Raphael Ritti.

Existem dois tipos de colesterol. O LDL (lipoproteína de baixa densidade), conhecido como “mau colesterol” e o HDL (lipoproteína de alta densidade), conhecido como “bom colesterol”. O primeiro é responsável por levar um pouco de triglicerídeos do fígado e do intestino para os tecidos. E o segundo faz o caminho inverso, remover o excesso de colesterol dos tecidos e leva para o fígado. Há ainda o colesterol total, que é a soma dos dois.

O exercício físico faz com que os músculos aumentem a habilidade de utilizar gordura, reduzindo a quantidade na circulação, além de promover o aumento de uma série de enzimas, que ampliam o colesterol bom (HDL) no sangue. Entre os tipos de modalidades que auxiliam no controle do colesterol estão os aeróbicos (como corrida, pedalada, natação e dança), realizados com intensidade moderada-alta, além da musculação de intensidade moderada.

“Porém, evidências mais recentes têm mostrado que outras modalidades, como o Tai Chi Chuan, também podem promover esses benefícios para o perfil lipídico”, revela o professor de Educação Física da Faculdade IDE.

 

Alimentos ricos em fibras aumentam a saciedade, além de trazerem uma série de benefícios para a saúde. Foto: Divulgação

INFÂNCIA

“O acúmulo de placas começa na infância e se manifesta décadas mais tarde. Por isso, é importante incentivar o consumo de alimentos ricos em fibras, vegetais, frutas e verduras, cada vez mais cedo. Lembrando que os índices recomendados são: LDL abaixo de 100mg/dl e HDL superior a 40mg/dl. O colesterol total não deve ultrapassar 200mg/dl, isto para adultos maiores de 20 anos”, explica Dr. Chagas.


Veja também