MEC

Ministro Weintraub ataca presidente do Todos Pela Educação após suspeita de coronavírus

Weintraub alega que a Todos Pela Educação é um dos "grupos poderosos" que articulam sua queda da pasta

Maria Lígia Barros
Maria Lígia Barros
Publicado em 10/03/2020 às 10:57
Notícia
Foto: Arquivo/Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Weintraub também criticou o posicionamento de Cruz em favor do médico Drauzio Varella - Foto: Arquivo/Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Leitura:

O ministro da Educação Abraham Weintraub usou o Twitter, nesta terça-feira (10), para fazer uma série de comentários sobre a organização não-governamental (ONG) Todos Pela Educação e sua presidente-executiva Priscila Cruz após um evento da instituição que aconteceu em Brasília ter sido cancelado no início do dia por suspeita que a co-fundadora esteja com coronavírus.

Weintraub destacou a notícia:

O ministro alega que a Todos Pela Educação é um dos "grupos poderosos" que articulam sua queda da pasta.

>> 'Desejo que você termine no inferno', diz Weintraub a Drauzio Varella

>> 'Prometi não falar mal do ministro da educação, senão ele não cai', diz Maia

O objetivo do evento, na sua visão, seria para discutir alternativas ao trabalho realizado atualmente no Ministério da Educação (MEC).

Weintraub também criticou o posicionamento de Cruz em favor do médico Drauzio Varella, ainda repercutindo a reportagem no Fantástico, da TV Globo.

Nessa segunda-feira (9), no Twitter, ele disse desejar que Varella "termine no inferno":

Comentários

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias