BALANÇO

Casos confirmados do novo coronavírus no Brasil ultrapassam 230

Os casos confirmados do novo coronavírus alcançaram 234 nesta segunda-feira (16), segundo a atualização divulgada pelo Ministério da Saúde

Agência Brasil
Agência Brasil
Publicado em 16/03/2020 às 16:58
Notícia
ANDREW THEODORAKIS/AFP
Dos casos de covid-19 entre profissionais de saúde, 2.153 são de trabalhadores da rede estadual - FOTO: ANDREW THEODORAKIS/AFP
Leitura:

Os casos confirmados do novo coronavírus alcançaram 234 nesta segunda-feira (16), segundo a atualização divulgada pelo Ministério da Saúde. É mais do que o dobro de três dias atrás. Na sexta-feira (13), o total passou de 100 pela primeira vez e agora já ultrapassa os 200. Ontem, o balanço registrou 200 pessoas infectadas.

>> Saiba tudo sobre o novo coronavírus

>> OMS orienta que isolamento de pacientes com coronavírus seja feito em hospitais

>> Veja o que abre e o que fecha em Pernambuco por conta do coronavírus

>> Coronavírus: alimentos que ajudam a melhorar a imunidade

São Paulo é responsável por mais da metade dos casos (152). Em seguida vêm Rio de Janeiro (31), Distrito Federal (13), Santa Catarina e Paraná (6) e Minas Gerais (5).

Já os casos suspeitos ultrapassaram os 2 mil, chegando a 2.064. São Paulo lidera com 1.177, seguido por Rio Grande do Sul (119), Santa Catarina (109), Distrito Federal (107) e Rio de Janeiro (96).

Os descartados ficaram em 1.624. Ainda não foram notificadas mortes em razão da doença. Já não há nenhuma unidade da federação sem casos confirmados ou suspeitos, o que existia até semana passada (Roraima e Amapá).

Casos de coronavírus no mundo

O novo coronavírus causou pelo menos 7.007 mortes em todo o mundo desde que apareceu em dezembro, de acordo com um balanço estabelecido pela AFP com base em fontes oficiais, nesta segunda-feira (16) às 17h00 GMT (15h00 horário de Brasília).

Desde o início da epidemia, mais de 175.530 casos de contágio foram contados em 145 países ou territórios. No dia anterior, no mesmo horário, foram 587 novas mortes e 11.597 infecções em todo o mundo.

Nas últimas 24 horas, os países que registraram mais mortes foram Itália, com 349 novas mortes, Irã (129) e França (36) e Espanha (21).

A China continental (sem contar Hong Kong e Macau), onde a pandemia eclodiu no final de dezembro, tem um total de 80.860 pessoas infectadas, das quais 3.213 morreram e 67.490 foram completamente curadas.

Nas últimas 24 horas, 16 novos casos e 14 mortes foram registrados. No resto do mundo, nesta segunda-feira foram registradas 3.794 mortes (573 a mais que no dia anterior) e 94.676 casos (11.581 novas infecções).

Depois da China, os países mais afetados são Itália, com 2.158 mortes e 27.980 casos, Irã com 853 mortes (14.991 casos), Espanha com 309 mortes (9.191 casos) e França com 127 mortes (5.423 casos).

No domingo (15), Portugal, Bahrein, Hungria, Guatemala, Luxemburgo anunciaram as primeiras mortes relacionadas ao novo coronavírus em seu território. Trinidad e Tobago, Libéria, Somália, Tanzânia também diagnosticaram seus primeiros casos.

Nesta segunda-feira, a Ásia tinha 92.260 infecções (3.337 mortes), a Europa 61.073 (2.711), o Oriente Médio 16.530 (869), Estados Unidos e Canadá 4.126 (70), América Latina e Caribe 815 (7), África 374 (8) e Oceania 358 (5).

Esse balanço foi feito usando dados das autoridades nacionais compiladas pelos escritórios da AFP e com informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Os critérios para preparar balanços para amostragem variam de país para país.

Como se prevenir do coronavírus

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Mapa do coronavírus pelo mundo

Pandemia

No dia 11 de março, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o novo coronavírus como uma pandemia. Uma doença infecciosa é considerada uma pandemia quando sua disseminação sai do controle e se espalha por uma região geográfica ou mesmo por todo o planeta, afetando uma grande quantidade de pessoas. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias