Despedida

Corpo de homem é desenterrado pela família, após teste para coronavírus dar negativo

O caso aconteceu na cidade de Juruti, no estado do Pará

Vanessa Moura
Vanessa Moura
Publicado em 03/04/2020 às 9:44
Notícia
Cortesia
Segundo família, o procedimento foi realizado para dar ao ente querido um enterro digno - FOTO: Cortesia
Leitura:

Na quarta-feira (01), um caso curioso aconteceu no município de Juruti, no Pará, o corpo de um advogado de 60 anos, foi desenterrado por seus familiares. Isso porque, o homem havia sido enterrado, pela primeira vez, com suspeita de estar contaminado com o novo coronavírus, mas, logo após seu sepultamento, o exame para a doença foi divulgado e apontou negativo.

Pelo procedimento padrão, quando uma pessoa morre com sintomas da Covid-19, o velório não é recomendado, assim como sepultamento com a presença de familiares, e foi assim que o sepultamento de Claudionam Pereira Nascimento foi, sem ninguém. De acordo com a família, o motivo da ação, foi a necessidade de dar ao ente querido um velório e enterro dignos. A despedida oficial aconteceu às 13h da quinta-feira (02).

O exame negativo para o coronavírus foi entregue à família no fim da tarde de quarta. À noite, por volta das 22h o corpo do advogado já foi desenterrado com a ajuda dos funcionários do cemitério. Judith Coelho, pedagoga e cunhada da vítima, contou que Claudionam estava internado desde o dia 26 de março, quando começou a sentir os sintomas do novo vírus. O homem tinha um escritório de advocacia em Manaus, de onde havia retornado há pouco tempo, com isso, as suspeitas de que ele estivesse com a doença cresceram bastante. Manaus é a cidade com o maior número de casos da Covid-19 na região Norte do país, são 205 casos confirmados segundo balanço estadual divulgado na quinta (2).

O estado de saúde do homem se agravou, com complicações respiratórias e febre alta, e ele acabou falecendo. Depois da morte do advogado, a família foi atrás do resultado do exame. "Entramos em contato com o estado para que intercedesse pela gente por um teste rápido. Ele foi enterrado com a família com mais de 100 metros de distância. Quando o governador [Helder Barbalho] informou pelas redes sociais que deu negativo, nos mobilizamos para desenterrar. Velamos desde ontem a noite até a tarde de hoje, quando sepultamos de novo. Ele era muito querido e gostaríamos de dar um velório e um enterro dignos", contou Judith.

O prefeito de Juruti, Henrique Costa (PT), autorizou e disponibilizou funcionários do cemitério para dar apoio ao procedimento realizado pela família. "Na dúvida [se era Covid-19 ou não], seguimos o protocolo para esses tipos de casos. Foi realizado o procedimento, colocando o caixão em uma caixa de zinco soldada. Quando deu negativo, a família solicitou a retirada do cadáver de forma oficial. Autorizamos que a equipe da prefeitura realizasse o procedimento e entregasse à família", confirmou o prefeito.

Com o teste negativo para o coronavírus, a certidão de óbito de Claudionam apontou pneumonia. Juruti não possui casos confirmados do novo coronavírus.

Assine a nova newsletter do JC e fique bem informado sobre o coronavírus

Todos os dias, de domingo a domingo, sempre às 20h, o Jornal do Commercio divulga uma nova newsletter diretamente para o seu email sobre os assuntos mais atualizados do coronavírus em Pernambuco, no Brasil e no mundo. E como faço para receber? É simples. Os interessados podem assinar esta e outras newsletters através do link jc.com.br/newsletter ou no box localizado no final das matérias.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias