tempo

Onda de frio histórica deve derrubar temperaturas no Brasil, com neve e geada

Massa polar deverá atingir estados do sul ao norte do País

JC
JC
Publicado em 19/08/2020 às 10:14
Notícia
Mycchel Legnaghi/São Joaquim Online
Massa polar vai atingir o sul com mais força. Na foto, a Serra Catarinense sob neve em julho. - FOTO: Mycchel Legnaghi/São Joaquim Online
Leitura:

Um fenômeno meteorológico vai atingir parte do Brasil e provocar neve, chuva de granizo e quedas de temperatura consideráveis nos próximos dias. Trata-se de uma massa de ar frio, conhecida também como massa polar. De acordo com o meteorologista Roni Guedes, da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), o sistema se desloca associado a uma frente fria, que, sozinha, não é rara na região sul.

“Quanto mais ao sul, próximo à Argentina, mais comum são as frentes frias. O que acontece nesse caso é que ela vem acompanhada da massa polar, vinda da Antártida. Costuma acontecer todo ano na região. Mas, enquanto a maioria fica restrita entre Argentina e sul do Brasil, essa deve subir mais a norte e atingir Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo”, explicou.

>> Veja a previsão do tempo para esta quarta-feira (19) em Pernambuco

Por isso, esses estados deverão sentir mais intensamente a variação na temperatura. No sul, a previsão é de temperaturas abaixo de zero, com neve e granizo. Já São Paulo deverá registrar uma variação em torno de 10 º C.


“A massa deverá subir de São Paulo ao Mato Grosso, passando por outros países da América do Sul. Caso se desloque muito, poderá chegar a parte da região Norte, porque ela é inclinada, no Acre e em Rondônia.

O tempo deverá ficar mais frio também no Rio de Janeiro, Espírito Santo e Sul da Bahia, segundo o especialista. “A chance é de queda de temperatura”, falou.

Quem mora no resto do Nordeste pode ficar tranquilo, porque é improvável que a massa alcance a região. “Em Pernambuco, estão previstas apenas variações normais para o período”, pontuou.

 

Comentários

Últimas notícias