retomada das atividades

Em São Paulo, cinemas poderão funcionar por 8 horas diárias e com 60% da capacidade

Quem frequentar o cinema poderá ser submetido a exame de medição de temperatura e as pessoas com sintomas de gripe e sinais de febre não terão a entrada permitida

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 05/09/2020 às 17:32
Notícia
Divulgação
As regras estabelecem que as salas de cinema deverão ser submetidas "a um intenso processo de desinfecção prévia, especialmente as áreas de processamento ou venda de alimentos, os banheiros e as áreas de acesso público." - FOTO: Divulgação
Leitura:
Quando chegar na fase verde, os cinemas da cidade poderão reabrir por oito horas diárias e operar com 60% da capacidade, segundo as regras sanitárias publicadas neste sábado (5), pela Prefeitura de São Paulo, no Diário Oficial. Atualmente a cidade está na fase amarela de flexibilização.
Além de estabelecer o período de funcionamento dos cinemas e a capacidade, a gestão municipal decidiu que é obrigatória a utilização de máscaras em todos os ambientes. Deve haver espaçamento entre as poltronas, para evitar aglomerações. O casal que adquirir os ingressos poderá escolher assistir ao filme lado a lado.
As regras estabelecem que as salas de cinema deverão ser submetidas "a um intenso processo de desinfecção prévia, especialmente as áreas de processamento ou venda de alimentos, os banheiros e as áreas de acesso público."
Quem frequentar o cinema poderá ser submetido a exame de medição de temperatura e as pessoas com sintomas de gripe e sinais de febre não terão a entrada permitida. A Prefeitura indica que os cinemas devem priorizar as vendas de ingressos pela internet, para evita filas e aglomerações.

Últimas notícias