IMPRESSIONANTE

Helicóptero quase é 'engolido' por tempestade de fumaça e areia e surpreende piloto; veja vídeo

Piloto, com 22 anos de profissão, conversou com o JC e contou a experiência

Thalis Araújo
Thalis Araújo
Publicado em 15/10/2020 às 18:23
Notícia

CORTESIA/ÁLVER SATHLER
Fato aconteceu na última terça (13) - FOTO: CORTESIA/ÁLVER SATHLER
Leitura:

Imagens impressionantes foram capturadas por um piloto de helicóptero que foi surpreendido por uma gigantesca tempestade de areia e fumaça, formada na região da Serra do Amolar, no Mato Grosso do Sul, onde acontecem os incêndios no Pantanal. De acordo com o piloto da aeronave, Álver Sathler, o episódio, que aconteceu no final da tarde da última terça-feira (13), é digno de cena de filme.

Confira o vídeo

Ele contou à reportagem do Jornal do Commercio que este foi o momento mais surpreendente em todos os seus 22 anos de profissão. "Com 22 anos de aviação, eu nunca ouvi um relato e muito menos vivenciei uma situação como aquela."

Quando eu olhei para aquela tempestade de areia, disse: 'não acredito que isso está acontecendo aqui no Brasil'. Naquela hora, nós não podíamos seguir para nossa base, porque já estava toda tomada de areia
Álver Sathler - Piloto

O processo de manobras para conseguir livrar a aeronave da tempestade foi narrado por Sathler, que conseguiu pousar com o helicóptero em uma fazenda próximo à Serra do Amolar. "Eu comecei a subir a Serra (do Amolar), justamente, para fugir dessa frente de areia. Daí, a gente teve um atraso da tempestade de areia, porque a Serra fez uma leve proteção, então, quando a tempestade subiu, eu consegui subir na frente dela, passei a Serra e procurei uma fazenda que eu já tinha uma localização dela, onde poderia pousar antes de a tempestade chegar."

Piloto gravou o momento

Depois de realizar as manobras, o piloto registrou as imagens, por se tratar de um acontecimento inédito. "Quando a gente viu a situação toda, não tinha muito no que pensar, e eu saquei o celular, porque eu pensei que ninguém acreditaria se eu contasse que vivenciei isso, apenas. Precisava registrar", acrescentou.

Depois que conseguiu pousar, Sathler disse que precisou passar a noite na fazenda e esperar o dia amanhecer para tomar as devidas providências. "Graças a Deus, nós tivemos condições de sair por cima da Serra, pousamos na fazenda, rapidamente, para travar os motores da aeronave, proteger ela, porque o que estava vindo era algo que a gente não conhecia. E aí eu acabei passando a noite nessa fazenda para poder aguardar o dia amanhecer novamente", concluiu.

Confira as fotos

CORTESIA/ÁLVER SATHLER
Piloto gravou os momentos - CORTESIA/ÁLVER SATHLER
CORTESIA/ÁLVER SATHLER
Piloto ficou impressionado com o fato - CORTESIA/ÁLVER SATHLER
CORTESIA/ÁLVER SATHLER
Fato aconteceu na última terça (13) - CORTESIA/ÁLVER SATHLER

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias