PANDEMIA

Primeira vacinada na Bahia pega covid-19 antes de tomar segunda dose

A enfermeira Maria Angélica de Carvalho Sobrinho apresentou sintomas três dias antes da segunda aplicação

Do Jornal Correio para a Rede Nordeste
Do Jornal Correio para a Rede Nordeste
Publicado em 23/02/2021 às 12:33
Notícia

Arisson Marinho/Correio
Uma infectologista explicou que a infecção não tem nada a ver com reação adversa à vacina - FOTO: Arisson Marinho/Correio
Leitura:

A enfermeira Maria Angélica de Carvalho Sobrinho, primeira pessoa a participar da campanha de imunização contra o coronavírus na Bahia, testou positivo para covid-19. Ela começou a apresentar os sintomas três dias antes de tomar a segunda dose.

A diretora do Instituto Couto Maia, Ceuci Nunes, esclareceu que a infecção não tem nada a ver com reação adversa à vacina. A infectologista disse que a proteção maior ocorre após a aplicação da segunda dose e enfatizou que não existe a possibilidade de nenhuma das vacinas que estão sendo aplicadas na população causar a doença.

Ceuci Nunes também explicou que as vacinas são comprovadamente eficazes para evitar os casos graves da covid-19, mas que ainda não existe confirmação de que possam evitar que as pessoas contraiam a forma leve do coronavírus. Ela ressaltou que, por isso, mesmo as pessoas vacinadas devem seguir usando máscara e mantendo o distanciamento social, até que pelo menos 60% da população brasileira esteja imunizada.

Comentários

Últimas notícias