Folia

Governo da Bahia acredita ser viável Carnaval de Salvador em 2022

Governador da Bahia, Rui Costa, afirmou que acredita que a população brasileira estará completamente vacinada até o final do ano

Do jornal Correio para a Rede Nordeste
Do jornal Correio para a Rede Nordeste
Publicado em 12/05/2021 às 6:55
Notícia
Alfredo Filho/Secom
Governador da Bahia se junta ao prefeito de Salvador, Bruno Reis, no time dos otimistas sobre a realização do carnaval no ano que vem - FOTO: Alfredo Filho/Secom
Leitura:

Não vacinar toda a população brasileira até o final de 2021 é ''barbeiragem'' e, por isso, o carnaval de Salvador é uma realidade possível já em 2022. Quem afirmou isso foi o governador da Bahia, Rui Costa, durante a sua Live semanal nas redes sociais, o papo Correria.

O chefe do executivo no estado acredita que pode fazer a sua 'saideira', já que o próximo ano é o último do seu segundo mandato. "Temos todas condições de vacinar toda a população brasileira até o final do ano. É 'barbeiragem' e incompetência, se até o final do ano não tivermos feito. Mas não só o carnaval, mas o verão. A volta do turismo a partir de janeiro", disse o Governador.

Rui se junta ao prefeito de Salvador, Bruno Reis, no time dos otimistas sobre a realização do carnaval no ano que vem. Na última segunda-feira (15), Bruno afirmou que a festa pode ser realizada caso grande parte da população esteja vacinada pelo menos até o próximo mês de outubro.

“Sem a certeza das doses, porém, não há como prever uma data para realização do Carnaval, não dá para saber se poderemos fazer nos mesmos moldes do Carnaval tradicional. Vai depender se todos atores tiverem condição de participar. E há uma preocupação de fazer isso antes do mês de outubro, para não ficar muito próximo do Carnaval de 2022”, disse o prefeito, na ocasião.

A chave para tudo, portanto, é a vacina. A Bahia tem 2 milhões 781 mil 478 imunizados com a primeira dose da vacina contra covid-19, de acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), divulgados nesta terça (11).

De acordo com o órgão, até o momento foram distribuídas 3.204.742 primeiras doses para os municípios. Com os números atuais, o percentual de aplicação em relação às primeiras doses disponibilizadas é de 86.8%.

Ainda segundo a Sesab, 1.281.054 pessoas receberam a segunda dose. Foram distribuídas 1.412.530 segundas doses, com isso, o percentual de aplicação em relação às segundas doses disponibilizadas é de 90.7%.

Comentários

Últimas notícias