Pandemia

Consórcio de imprensa: Brasil registra 1.547 mortes por covid-19 em 24h

A média semanal de vítimas, que elimina distorções entre dias úteis e fim de semana, caiu pelo oitavo dia seguido e ficou em 1.707, abaixo dos 1.807 registrados na véspera

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 26/06/2021 às 21:04
Notícia
MIVA FILHO/SES-PE
13 pacientes infectados pela variante delta do novo coronavírus tiveram quadro grave e morreram em decorrência da covid-19 - FOTO: MIVA FILHO/SES-PE
Leitura:
O Brasil registrou 1.547 mortes por covid-19 neste sábado (26). A média semanal de vítimas, que elimina distorções entre dias úteis e fim de semana, caiu pelo oitavo dia seguido e ficou em 1.707, abaixo dos 1.807 registrados na véspera.
 
 
Neste sábado, o número de novas infecções notificadas foi de 61.393. No total, o Brasil tem 512.819 mortos e 18.384.150 casos da doença.
 
 

Vacina


O número de pessoas vacinadas com ao menos uma dose contra a covid-19 no Brasil chegou neste sábado, 26, a 70.325.677, o equivalente a 33,2% da população total. Nas últimas 24 horas, 673.657 pessoas receberam a primeira dose, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa junto a secretarias de 26 Estados e Distrito Federal.

Entre os mais de 70 milhões de vacinados, 25,2 milhões receberam a segunda dose, o que representa 11,9% da população com a imunização completa contra o novo coronavírus. Nas últimas 24 horas, apenas 71 mil pessoas receberam esse reforço.

Somando as primeira e segunda doses aplicadas, o Brasil administrou 744.657 vacinas neste sábado.
Em termos proporcionais, o Mato Grosso do Sul é o Estado que mais imunizou sua população até aqui: 40,23% dos habitantes receberam ao menos a primeira dose. A porcentagem mais baixa é encontrada no Amapá, onde 21,41% receberam a vacina.

Em números absolutos, o maior número de vacinados com a primeira dose está em São Paulo (17,9 milhões), seguido por Minas Gerais (6,75 milhões) e Rio de Janeiro (4,71 milhões).

Últimas notícias