Assombração

"Parquinho assombrado" intriga moradores do interior de São Paulo. Entenda

Vereador relata que gravou vídeo de brinquedos de uma praça se mexendo sozinhos durante uma madrugada. "Já presenciei crianças chorando e dizendo que não queriam vir mais no parquinho porque viram o vulto de uma mulher"

Do jornal O Povo para a Rede Nordeste
Do jornal O Povo para a Rede Nordeste
Publicado em 17/10/2021 às 16:04
Notícia
Reprodução / YouTube
Vereador relata que gravou vídeo de brinquedos de uma praça se mexendo sozinhos durante uma madrugada - FOTO: Reprodução / YouTube
Leitura:

Cachorro latindo, brinquedos se mexendo sozinhos e vultos de uma mulher misteriosa. Não é o cenário de um filme de terror, mas de uma praça da cidade de Olímpia, no interior de São Paulo. Em vídeo gravado por um vereador da cidade, é possível visualizar um gira-gira e dois balanços se mexerem sem ninguém por perto.

“Meu cachorro começou a latir muito. Acordei, levantei da cama, vi que não tinha ninguém no quintal e decidi ir até a frente da minha casa. Escutei o barulho dos brinquedos e resolvi sair”, contou ao G1 o vereador João Paulo Morelli (PSD).

Ele disse que as imagens foram gravadas há duas semanas, durante uma madrugada. Garantindo que não se trata de uma montagem, o parlamentar lembra que no momento não estava ventando e que não tinha ninguém por perto.

Assista o vídeo gravado pelo vereador João Paulo Morelli: 

João Paulo ainda confirmou ao portal que cenas sobrenaturais já ocorreram em outros dias naquela mesma praça da cidade, distante 435 quilômetros da capital.

“Alguns policiais também gravaram os brinquedos se movendo sozinho. Já presenciei crianças chorando e dizendo que não queriam vir mais no parquinho porque viram o vulto de uma mulher”, completou.

Ainda de acordo com o G1, um morador informou que até uma equipe “caça-fantasmas” foi até o município investigar o caso. “Só sei que depois desse vídeo começaram a chegar vários relatos estranhos de gente que mora há bastante tempo na cidade”, disse Márcio Falsiroli de Oliveira, que é comerciante.

 

Comentários

Últimas notícias