crime

"Gatinha da Cracolândia" vira ré em processo por tráfico de drogas

Denúncia feita pelo Ministério Público foi aceita pela Justiça de São Paulo

Bruna Oliveira
Bruna Oliveira
Publicado em 16/11/2021 às 11:30
Reprodução / Redes Sociais
Na casa da traficante, a polícia apreendeu mais de 400 porções de crack, cocaína, maconha e ecstasy, além de quase 100 frascos de lança-perfume - FOTO: Reprodução / Redes Sociais
Leitura:

Com informações do UOL

Lorraine Cutier Bauer Romeiro, de 19 anos, presa desde julho suspeita de tráfico drogas na Cracolândia, em São Paulo, passou a ser ré no processo, que corre sob segredo de justiça. Conhecida como 'Gatinha da Cracolândia', a jovem foi denunciada pelo Ministério Público.

A audiência sobre o caso foi marcada para a próxima sexta-feira (19) pela juíza Erika Fernandes, da 13ª Vara Criminal de São Paulo. Segundo a acusação, Lorraine foi presa em Barueri. No imóvel em que ela estava foram encontradas mais de 400 porções de crack, cocaína, maconha, ecstasy e quase 100 frascos de lança-perfume.

Além das substâncias, foram apreendidos R$ 750 em dinheiro, uma balança de precisão, uma faca, um machado, um celular e a bolsa onde estavam os materiais relacionados à atividade criminosa. 

Nas redes sociais, a mulher exibia uma vida de muito luxo. “Ela ostenta um nível de vida alto, e tudo isso proveniente do tráfico de drogas", confirmou Roberto Monteiro, delegado do caso, em entrevista ao G1 concedida na época em que Lorraine foi capturada.

De acordo com investigações da Polícia Civil, com a venda de drogas em tendas da Cracolândia, a ré faturava até R$ 6 mil por dia.

Comentários

Últimas notícias