VIOLÊNCIA

'Novo Lázaro', caseiro que matou esposa, enteada de dois anos e também um fazendeiro é preso

Wanderson era procurado após ter cometido uma chacina, na qual matou a esposa e uma enteada de dois anos

Lucas Moraes
Lucas Moraes
Publicado em 04/12/2021 às 8:58
UNIDADE PRISIONAL DE GOIANÁPOLIS/DIVULGAÇÃO
CRIMES Wanderson é acusado de matar três pessoas, incluindo a esposa - FOTO: UNIDADE PRISIONAL DE GOIANÁPOLIS/DIVULGAÇÃO
Leitura:

Wanderson Mota Protácio, caseiro que fugia da polícia há dias após cometer uma chacina no último domingo (28), na zona rural de Abadiânia, em Goiás, foi preso neste sábado (4). O rapaz, de 21 anos, entregou-se em um posto da Polícia Militar, na manhã deste sábado (4), em Gameleira de Goiás, de acordo com informações de portais locais. 

Wanderson era procurado após ter cometido uma chacina. O suspeito matou a esposa, Rânia Aranha Figueiro, de 21 anos, além da enteada, Geysa Aranha da Silva Rocha, de 2 anos. Após o duplo homicídio, ele ainda fez mais uma vítima: o fazendeiro Roberto Clemente de Matos, de 73 anos, de quem roubou uma caminhonete com o intuito de fugir da região.

Ele ainda teria tentado estuprar a esposa do fazendeiro, mas não conseguiu, e acabou atirando no ombro da mulher.

A comparação ao caso Lázaro veio porque após a realização do crime, o suspeito seguiu em fuga por regiões de mata, assim como no caso Lazáro, cuja as buscas também duraram dias. 

A secretaria de Segurança Pública de Goiás chegou a montar uma força-tarefa para prender o criminoso. Mas só conseguiu o pegar neste sábado, após ele mesmo se entregar num posto policial. Ele teria confessado os crimes.

A desistência da fuga dos policiais deu-se em virtude do aconselhamento que uma fazendeira, que chegou a tirar uma selfie com o suspeito, fez a ele. De acordo com ela, o suspeito invadiu a sua casa, armado, mas desistiu de cometer mais um crime após ser orientado a se entregar. 

Comentários

Últimas notícias