AERÉO

Morte de passageira em voo ocasiona pouso não programado no Brasil

Argentina de 75 anos morreu dentro da aeronave, que precisou fazer escala no Aeroporto Internacional de Brasília

Emannuel Bento
Emannuel Bento
Publicado em 09/01/2022 às 18:59
PIXABAY
AVIAÇÃO Imagem ilustrativa de avião da KLM Airlines - FOTO: PIXABAY
Leitura:

Um voo da companhia aérea KLM, que decolou no último sábado (8) de Amsterdã, na Holanda, com destino à Argentina, fez um pouso de emergência no Aeroporto Internacional de Brasília na manhã deste domingo (9). O motivo foi o óbito de uma mulher de 75 anos, de nacionalidade Argentina, dentro da aeronave.

De acordo com as informações que a Polícia Civil do DF, a mulher teria passado mal durante o voo. No boletim de ocorrência, consta que o óbito ocorreu por volta das 3h e foi registrado como "morte natural aparente". Por causa do ocorrido, a companhia aérea decidiu pela escala não prevista no aeroporto internacional de Brasília.

Após o pouso, o corpo foi levado ao IML (Instituto de Medicina Legal) do Distrito Federal, e a embaixada da Argentina foi acionada para dar suporte. "O corpo foi recolhido ao Instituto Médico Legal da PCDF e a necrópsia já foi realizada. Assim que houver a apresentação de um documento oficial da vítima para confirmação da identidade, o corpo será liberado para a família que adotará as providências quanto ao registro no cartório para assuntos consulares", informou a Polícia Civil em nota.

Em seguida, às 9h50, o avião decolou de Brasília e seguiu para o destino, o aeroporto de Buenos Aires, na Argentina, onde aterrissou às 12h50.

A Inframerica, concessionária que administra o Aeroporto de Brasília, disse que "prestou todo o apoio para a companhia aérea. A concessionária conta com uma equipe médica 24h". A companhia aérea e a embaixada argentina ainda não se manifestaram sobre o ocorrido.

Comentários

Últimas notícias