CFCH

Estudantes da UFPE iniciam protesto de forma pacífica

Manifestantes reclamam da segurança do prédio do CFCH por conta de suicídios

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 29/09/2011 às 16:11
Leitura:

Estudantes da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) fecharam, na tarde desta quinta-feira (29), a reitoria da universidade. O reitor da instituição Amaro Lins se prontificou receber os discentes no auditório, mas o convite não foi aceito.

Após apitaço e manifestações como deitar na escadaria da reitoria e acender velas - em lembrança aos suicidas -, os quase 50 alunos avaliam a possibilidade da conversa acontecer como o reitor propôs - os estudantes desejam que Amaro converse com eles no pátio externo.

» LEIA MAIS - Estudantes da UFPE fazem protesto nesta quinta (29)

O motivo do protesto, segundo os alunos, seria a “falta de atenção da instituição” em relação aos sucessivos casos de suicídio. Somente este ano, quatro casos foram contabilizados, um deles na quarta (28) à tarde. Todos ocorreram no Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH).

Últimas notícias