Sertão

Quixabá é nota 10

Escolas públicas do município se destacam entre as melhores do País

Renata Monteiro
Renata Monteiro
Publicado em 25/08/2012 às 16:00
Foto: Bernardo Soares / JC Imagem
Escolas públicas do município se destacam entre as melhores do País - FOTO: Foto: Bernardo Soares / JC Imagem
Leitura:

Quixaba, jovem e pequeno município do Sertão do Pajeú (existe há apenas 21 anos, com cerca de 6,7 mil habitantes) e distante 328 quilômetros do Recife, chama a atenção por causa da qualidade da educação pública. A Escola Municipal São Miguel, na zona rural, tem uma das 10 melhores notas do País nas séries iniciais do ensino fundamental no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), indicador de qualidade aferido pelo Ministério da Educação (MEC).

Escola Estadual Tomé Francisco da Silva, também na área rural, apresenta a terceira maior média do Estado (7), no mesmo índice. Incentivo à leitura, ampla participação dos pais, envolvimento dos professores, aulas de reforço e monitoramento regular do desempenho de cada aluno são ações que fazem a diferença nessas unidades de ensino. Também na rede municipal quixabense, detentora da nota mais alta de Pernambuco no Ideb dos anos iniciais do fundamental (5,7).

Esqueça a ideia de que para conseguir bons resultados essas escolas contam com laboratórios ou equipamentos de última geração. Ambas só dispõem de biblioteca e unidade de informática, além das salas de aula. Não há refeitório nem brinquedos nos pátios. A maioria dos alunos vem de famílias de agricultores. Na São Miguel, a biblioteca é um dos lugares mais frequentados pelos 202 estudantes. “Na minha turma, os alunos leem em média quatro livros por semana. Enquanto espera o colega terminar a tarefa na sala, a criança vai ao cantinho de leitura e pega um livro para ler”, diz Maria Francisca Araújo, professora do 2º ano do ensino fundamental.

Leia a matéria completa na edição deste domingo (26) do Jornal do Commercio

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias