Cidadania

‘Em tempos de intolerância: História e Amor’ é tema de aula prática na praça do Entroncamento

A iniciativa faz parte do projeto ‘’Histórias ao Ar Livre’’ e tem como objetivo unir entre discussões, música, poesia e a interação com o espaço público da cidade

Eduardo Rolemberg
Eduardo Rolemberg
Publicado em 24/05/2019 às 15:00
Notícia
Foto: Divulgação
A iniciativa faz parte do projeto ‘’Histórias ao Ar Livre’’ e tem como objetivo unir entre discussões, música, poesia e a interação com o espaço público da cidade - Foto: Divulgação
Leitura:

Neste sábado (25), a praça do Entroncamento, no bairro do Derby, área central do Recife, será tomada por uma onda de boas energias a partir das 15h. “Em tempos de intolerância: História e Amor” é o tema proposto pela 11ª edição do projeto História ao Ar livre. O evento é uma aula pública conduzida por professores de história, organizadores do projeto e convidados.

Segundo os organizadores, a dinâmica desta edição será a mesma que a das edições passadas. Sendo assim, possibilitando a união entre discussões, música, poesia e a interação com o espaço público da cidade.

“A gente vem sentindo um processo muito forte de crescimento do ódio às diferenças. À medida que as minorias foram alcançando seus espaços, determinados grupos começaram a se sentir incomodados e reagir com intolerância. Já que a gente vive um momento de muita falta de respeito e empatia, nada melhor que resgatar a história do amor, em todas as suas formas: amor de família, de amigos, amor por uma cidade, por uma causa, por lugares, pela arte”, pontua Júlia Ribeiro, professora de história e integrante do projeto.

Dentro os materiais utilizados no encontro, que tem como público alvo os estudantes do Ensino Médio, universitários, professores e interessados nos formato de aula, apenas banquinhos, microfones e violão. Entre os convidados, estão a professora do Departamento de História da Universidades Federal de Pernambuco (UFPE), Patrícia Pinheiro; o professor de filosofia, Eduardo César Maia; além dos professores Camila Correia, Robson Santana, Fred Neto, Ian Chaves e Bruno Nery, todos da área de História.

Fotografia e acolhimento

Além da aula a céu aberto, no local, o público poderá conferir também a exposição “Nossos olhos e o amor, dos fotógrafos Ivson Silva, Nina Xará e Carlos Ernandes. O coletivo “Cuidando onde flor” oferecerá aplicação de reike, contação de histórias e acolhimento psicológico.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias