educação

Geraldo Júlio envia projeto para incluir matéria de Sustentabilidade nas escolas do Recife

O anúncio aconteceu durante painel da Cúpula Brasileira do Clima, no Arcádia do Paço Alfândega, no Bairro do Recife

JC Online
JC Online
Publicado em 07/11/2019 às 13:01
Notícia
Foto: Foto: Diego Nigro /Acervo JC Imagem
O anúncio aconteceu durante painel da Cúpula Brasileira do Clima, no Arcádia do Paço Alfândega, no Bairro do Recife - FOTO: Foto: Foto: Diego Nigro /Acervo JC Imagem
Leitura:

O prefeito do Recife, Geraldo Júlio, anunciou nesta quinta-feira (08), que enviou para a Câmara um projeto de lei que torna obrigatório nas escolas da cidade a matéria de Sustentabilidade. O objetivo é estimular o engajamento dos alunos e consequentemente das famílias no combate aos efeitos da emergência climática.

O anúncio aconteceu durante painel da Cúpula Brasileira do Clima, no Arcádia do Paço Alfândega, no Bairro do Recife. Estavam participando também do painel o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, e Maceió, Rui Soares Palmeira

Preocupação com a sustentabilidade

A produção de resíduos urbanos, o popular lixo, foi a principal responsável pela emissão de gases do efeito estufa em Pernambuco em 2018. A constatação está no Inventário Estadual de Emissões de Gases de Efeito Estufa (2015-2018), divulgado nessa quarta-feira (06) durante o primeiro dia da Conferência Brasileira de Mudança do Clima, no Recife. Apesar de o Estado não se posicionar entre os mais poluidores do País, chama atenção a diferença em relação ao panorama nacional, que tem nos setores de mudança de uso da terra, agropecuária e energia os principais causadores das emissões.

No ano passado, Pernambuco emitiu 21 milhões de toneladas de dióxido de carbono equivalente (CO2e) e quase um terço (29,2%) foi proveniente dos resíduos urbanos. Realizada no Arcádia Paço Alfândega, no Bairro do Recife, a abertura solene da Conferência, na manhã de ontem, teve auditório lotado e presença de governadores do Nordeste, recepcionados pelo anfitrião Paulo Câmara.

Leia mais: Entenda como a energia limpa do Nordeste freou emissão de gases no Brasil

O prefeito do Recife, Geraldo Julio, assinou um decreto reconhecendo a emergência climática global no município, apontado como o 16° mais vulnerável às mudanças climáticas do mundo, segundo o Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC, na sigla em inglês).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias