Protesto

Entidades fazem carta de repúdio à proibição da Festa da Lavadeira no Paiva

O documento será apresentado durante coletiva nesta quinta-feira (28), às 11h, na Assembleia Legislativa

Do JC Online
Cadastrado por
Do JC Online
Publicado em 27/04/2011 às 23:16
NE10
FOTO: NE10
Leitura:

Cerca de 50 pessoas da sociedade civil, movimentos sociais, redes, fóruns, terreiros e outras manifestações religiosas realizam, na noite desta quarta-feira, uma reunião para definir estratégias de como manter a tradição da Festa da Levadeira na Praia do Paiva, Litoral Sul de Pernambuco. Isso porque a Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, acredita que a infraestrutura necessária para as apresentações artísticas poderá prejudicar o meio ambiente. Ao final do encontro, os participantes elaboraram uma carta de repúdio à segregação da cultura popular pernambucana na orla do Paiva.

O documento, que será apresentado durante coletiva nesta quinta-feira (28), às 11h, na Assembleia Legislativa, vai ser entregue ao Ministério Público Estadual e Federal para que não sejam proibidos os meios de acesso da população à praia, assim como aos pescadores e demais frequentadores da festividade. A intenção é que todos tenham como participar da tradição local.

Decretada por lei como patrimônio imaterial do povo, a Festa da Lavadeira terá sua 25ª ediçãono próximo domingo, dia 1º de maio. Uma lei municipal, aprovada no último dia 20 de dezembro, transformou a área em Zona Especial de Turismo, Lazer e Moradia (Zerlm), o que impede a instalação de estruturas como barracas e arquibancadas na área.

Últimas notícias