chuvas

Em três cidades do Agreste, abastecimento de água é totalmente retomado

Compesa regularizou nesta segunda-feira (9) abastecimento de água de Limoeiro, Cupira e Camocim de São Félix

Emídia Felipe
Emídia Felipe
Publicado em 09/05/2011 às 23:07
Leitura:

O funcionamento dos sistemas de abastecimento de água de Limoeiro, Cupira e Camocim de São Félix, localizadas no Agreste do Estado, voltou ao normal nesta segunda-feira (9). Com isso, a Compesa contabiliza a regularização das redes de 24 cidades afetadas pelas chuvas intensas verificadas em várias regiões. Em seis municípios, os sistemas estão funcionando parcialmente, entre 30% e 50% de sua capacidade. Apenas Lagoa do Carro, na Zona da Mata Norte, ainda está sem abastecimento. Nestes locais, adutoras foram arrastadas pela força das águas, houve inundações em estações elevatórias e bombas estão queimadas.

Ainda no Agreste, a Compesa ainda não conseguiu iniciar os reparos em uma adutora que foi danificada em Bom Jardim, já que a ponte que dá acesso ao local permanece interditada pela prefeitura. Por isso, o sistema de abastecimento da cidade continua funcionando com 50% de sua capacidade.

Na Mata Norte, técnicos continuam trabalhando para retomar a distribuição em quatro cidades. Em Aliança, prosseguem as manutenções no sistema de abastecimento do município, que permanece operando com 80% de sua capacidade. Os testes serão iniciados amanhã, quando também terá início o processo de regularização da distribuição de água. A situação  permanece a mesma em Lagoa do Carro, onde a Compesa prossegue com as manutenções das bombas, que foram retiradas da água após o nível do rio baixar.

Já em Nazaré da Mata, técnicos continuam trabalhando em uma das estações elevatórias que havia sido inundada com as chuvas. A outra estação já voltou a operar desde o final de semana, regularizando o abastecimento para 50% da cidade. Em Vicência, a Compesa ainda está com dificuldades para agilizar o trabalho de manutenção em uma das elevatórias inundadas. Como o acesso ao local por veículo é difícil, técnicos da companhia estão transportando manualmente os equipamentos e as bombas da unidade. Como apenas uma estação elevatória está funcionando, somente 30% da cidade está sendo abastecida.

Na Zona da Mata Sul, 60% do abastecimento de Vitória de Santo Antão está funcionando. A companhia aguarda a chegada de materiais para dar início à construção de uma nova travessia aérea sobre o Rio Tapacurá. Em Primavera, onde apenas 50% da cidade está sendo abastecida, uma equipe da Compesa já conseguiu chegar ao local onde serão feitas intervenções para restabelecer por completo o abastecimento do local. Já em Barreiros, a Compesa conseguiu concluir a segunda travessia aérea de um total de três que haviam sido danificadas pelas chuvas. Cerca de 80% da cidade está sendo abastecida.

Com informações da assessoria de imprensa.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias