congestionamento

Trânsito complicado na BR-232 neste início de feriadão

Obras de recapeamento na via dificultam ainda mais o tráfego

Isabela Lemos
Isabela Lemos
Publicado em 22/06/2011 às 11:35
Foto: AFP
FOTO: Foto: AFP
Leitura:

O trânsito na BR-232, principal via de acesso ao interior do Estado, já está bastante complicado na manhã desta quarta-feira (22), início de feriadão. A lentidão no tráfego vai desde a Avenida Abdias de Carvalho até as proximidades do bairro do Curado.

O congestionamento é bastante intenso não apenas pelo grande números de motoristas que decidiram antecipar a viagem, mas também pela operação de recapeamente na via, em plena antevéspera de feriado. São várias máquinas e homens trabalhando na rodovia, dificultando ainda mais o tráfego na área.

Em matéria publicada na edição desta quarta (22) do Jornal do Commercio, o Departamento de Estradas de Rodagem de Pernambuco (DER-PE) afirmou que os serviços de manutenção são permanentes e começaram na Semana Santa.

Trecho da reportagem do JC:

No sentido Recife-Caruaru, também é possível encontrar buracos no quilômetro 43, no acesso à BR-232 para quem sai do Centro de Vitória. Entre as placas de concreto da pista e o asfalto do acostamento há mais de dez buracos, que deixam a via local da rodovia praticamente intransitável.

Depois do polo gastronômico do distrito de Encruzilhada de São João, em Bezerros, na mesma região, a BR-232 também está passando por manutenção, com máquinas e homens na pista. Na maior parte da rodovia, entretanto, o canteiro central e os acostamentos já estão limpos, principalmente no sentido Recife-Caruaru.

Na chegada a Caruaru, o ideal é evitar a BR-104, que está em obras de duplicação. Para isso, basta pegar o primeiro acesso, no sentido Recife-Caruaru (ideal para quem vai ao North Shopping Caruaru ou à Cohab 3), ou a segunda entrada, que leva ao Centro e aos principais bairros da cidade.

No terceiro acesso, o motorista vai encontrar congestionamento no trecho urbano do município, por causa das obras da BR-104, que leva a cidades como Toritama e Santa Cruz do Capibaribe. Apesar de a pista local ter sido recapeada recentemente, cobrindo a maior parte dos buracos, o trânsito ainda é complicado na área que corta Caruaru.

São desvios e trechos em via única, em mão dupla, em que a velocidade máxima é de 40 quilômetros por hora. A travessia exige paciência e a dica é respeitar a sinalização. A situação só melhora na saída da cidade, logo depois da casa de shows Palladium. A partir dali, a BR-104 já está duplicada até o entroncamento que leva ao município de Brejo da Madre de Deus.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias