Volume d'água

Chuva em Pernambuco é a maior em dois anos

De acordo com o CPTEC, chuva corresponde a 32% da média normal para o mês de junho

Priscila Miranda
Priscila Miranda
Publicado em 14/06/2012 às 14:47
Foto: Diogo Menezes/JC
FOTO: Foto: Diogo Menezes/JC
Leitura:

O volume de chuva que atingiu a capital pernambucana e a região metropolitana do Recife desde a noite da quarta-feira (13), provocando a morte de três pessoas, é o maior nos últimos dois anos. A chuva corresponde a 32% da média normal para o mês de junho, que é de 377,9 mm, segundo informações do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC).

Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
No Cabo, mãe e filho morreram após deslizamento de barreira - Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
No Cabo, mãe e filho morreram após deslizamento de barreira - Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
No Cabo, mãe e filho morreram após deslizamento de barreira - Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Reprodução de mãe e filho que morreram em deslizamento no Cabo - Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Homem que tentou resgatar Nicory em Olinda olha, desconsolado. Jovem acabou morrendo - Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Deslizamento em Olinda mata jovem de 19 anos. Caso aconteceu em Águas Compridas - Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Mulher chora a morte da filha, Nicory Cleiciane dos Santos Xavier, de 19 anos - Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Mulher chora a morte da filha, Nicory Cleiciane dos Santos Xavier, de 19 anos - Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Corpo de Nicory é retirado dos escombros e aguarda chegada do IML - Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Diogo Menezes/JC
Avenida Doutor José Rufino, na Estância, ficou com ponto de alagamento e muita água - Foto: Diogo Menezes/JC
Foto: Diogo Menezes/JC
Avenida Doutor José Rufino, na Estância, ficou com ponto de alagamento e muita água - Foto: Diogo Menezes/JC
Foto: Diogo Menezes/JC
Rua São Miguel, em Afogados, também ficou com ponto de alagamento - Foto: Diogo Menezes/JC
Foto: Diogo Menezes/JC
Rua São Miguel, em Afogados, também ficou com ponto de alagamento - Foto: Diogo Menezes/JC
Foto: Diogo Menezes/JC
Na Avenida Sul, carros passavam com dificuldades - Foto: Diogo Menezes/JC
Foto: Diogo Menezes/JC
Na Avenida Sul, carros passavam com dificuldades - Foto: Diogo Menezes/JC
Foto: Eduardo Machado/JC
Robson Xavier ficou ferido em deslizamento na UR-7, Várzea - Foto: Eduardo Machado/JC

 

De acordo com dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a chuva aferida entre a noite passada e as 9 horas desta quinta-feira soma 120,6 mm, sendo grande parte do volume, aproximadamente 87 mm, registrado entre meia-noite e 9 horas da manhã.

O grande volume de chuva se deve à presença de nuvens carregadas associadas à convergência de umidade do mar e ao padrão de ventos nos níveis mais elevados da atmosfera, em consequência do deslocamento de um cavado (área de baixa pressão atmosférica), relata o CPTEC.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias