transportes

Urbana-PE garante normalização do serviço de ônibus no fim da tarde

De acordo com o órgão, no final da manhã, cerca de 80% da frota de veículos já estava na rua. Regularização acontece à tarde

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 27/06/2012 às 12:17
Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem
FOTO: Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem
Leitura:

Após uma manhã de transtornos causados pela falta de ônibus na Região Metropolitana do Recife, a situação do transporte rodoviário deve ser regularizada no início da tarde. Dessa forma, no horário de pico da tarde, a partir das 16h30, quem utilizar o transporte público deve pegar ônibus com mais tranquilidade.

Segundo a assessoria do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros no Estado de Pernambuco (Urbana-PE), a situação dos ônibus deve ser regularizar até o início da tarde desta quarta-feira (27). "Às 10h, estávamos já com 80% da frota na rua. No horário de pico já vai estar tudo normalizado e não deve haver problemas", disse Patrícia Natuska, assessora do órgão.

A paralisação gerou muitos problemas ao longo da manhã. Além de paradas de ônibus muito cheias e atraso das linhas, houve confusão e tumulto em terminais como a integração Joana Bezerra. "Pela manhã, a paralisação começou apenas com 60% da frota. Como não era possível prever quantos funcionários iriam aderir à greve, tivemos que computar o déficit para poder requerer trabalhadores do cadastro reserva. Esse meio tempo acabou gerando os tumultos", disse Natuska.

Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem
Tumulto no Terminal da Joana Bezerra - Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem
Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem
Tumulto no Terminal da Joana Bezerra - Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem
Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem
Tumulto no Terminal da Joana Bezerra - Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem
Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem
Passageiros quebraram janela de um dos ônibus - Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem
Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem
Tumulto no Terminal da Joana Bezerra - Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem
Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem
Tumulto no Terminal da Joana Bezerra - Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem
Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem
Tumulto no Terminal da Joana Bezerra - Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Garagem da Borborema tem ônibus parados - Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Garagem da Borborema tem ônibus parados - Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

 

Os rodoviários realizaram a paralisão de 24h em reivindicação a um reajuste salarial de 30%. Os empresários ofereceram 4,5%. Atualmente o piso salarial dos motoristas de ônibus é R$ 1395. Cobradores recebem R$ 643 e fiscais R$ 903. Todos ganham auxílio-alimentação no valor de R$ 140.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias