MOBILIDADE

Faixa Azul completa na Mascarenhas

A partir desta quarta, avenida na Imbiribeira ganha mais 7 quilômetros de corredor exclusivo para ônibus

Wilfred Gadelha
Wilfred Gadelha
Publicado em 29/01/2014 às 5:01
Diego Nigro/JC Imagem
A partir desta quarta, avenida na Imbiribeira ganha mais 7 quilômetros de corredor exclusivo para ônibus - FOTO: Diego Nigro/JC Imagem
Leitura:

Mais 7 quilômetros de Faixa Azul começam a funcionar nesta quarta-feira 29 no Recife. A contemplada é, novamente, a Avenida Mascarenhas de Morais, no bairro da Imbiribeira, na Zona Sul, só que desta vez no sentido subúrbio-cidade. Até a sexta-feira, orientadores da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) vão auxiliar e instruir motoristas que utilizarem a via. Na segunda, quem desobedecer a norma já será multado.

Este é o terceiro trecho beneficiado com corredor exclusivo. Ao todo, 12 vias receberão a Faixa Azul. A primeira foi a Rua Cosme Viana, em Afogados, em dezembro do ano passado. Com 1,6 quilômetro de espaço reservado só para transporte público, o ganho foi de 40% na velocidade média dos coletivos que passam pelo local. Na Mascarenhas de Morais (no sentido cidade-subúrbio), a segunda a receber a Faixa Azul, o ganho foi de 20%. Agora, só na Mascarenhas são 14 quilômetros de corredor exclusivo.

A faixa funciona de segunda a sexta-feira, entre 6h e 22h. O novo corredor exclusivo vai da Rua Arthur Lopes até a Rua Júlio Verne. Diariamente, são transportadas cerca de 112 mil passageiros através das 31 linhas de ônibus que trafegam na via (no sentido e trecho da implantação). Ao final das implantações, serão cerca de 60 quilômetros de faixas exclusivas para o transporte público. Com o novo trecho, serão 21,6 quilômetros de corredor exclusivo de ônibus no Recife, sendo 15,6 somente de Faixa Azul.

“Como estamos fazendo o projeto junto com a Operação Verão, da Emlurb, provavelmente a próxima via a receber a Faixa Azul será a Avenida Recife”, contou Taciana Ferreira, presidente da CTTU. Taciana se refere à troca de placas de concretos, que só na Avenida Recife são 200, substituindo antigas placas críticas que prejudicam o trânsito e os veículos.

A fiscalização será realizada, a princípio, através dos agentes de trânsito do órgão fiscalizador. Posteriormente, serão instalados equipamentos de fiscalização eletrônica para coibir a invasão de automóveis no corredor. “A licitação para a aquisição das 406 câmeras responsáveis por fiscalizar os 60 quilômetros de Faixa Azul será realizada em fevereiro”, afirmou Taciana. O veículo flagrado trafegando pela faixa será autuado em R$ 53,20 (infração leve, com três pontos na Carteira Nacional de Habilitação), como prevê o artigo 184 do Código de Trânsito Brasileiro.

Além dos ônibus, também vão ter acesso às Faixas Azuis os táxis que estiverem transportando passageiros. Os demais veículos só poderão entrar no corredor quando precisarem realizar conversões e acessar os lotes à direita. A sinalização horizontal vai mostrar aos condutores, quando a linha for pontilhada, que é possível entrar na faixa. O objetivo da implantação é fazer com que os usuários dos ônibus cheguem mais rápido aos seus destinos, uma vez que reduzirá o tempo de viagem.

As próximas vias são as Avenidas Recife, Beberibe, Engenheiro Abdias de Carvalho, Engenheiro Domingos Ferreira, Herculano Bandeira, Conselheiro Aguiar, Antônio de Góis, a Rua Cônego Barata, Estrada dos Remédios, Avenida Visconde de Albuquerque e Estrada Velha de Água Fria.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias