URBANISMO

Faxina geral e mais claridade na Beira-Rio

Trecho entre as Pontes da Torre e da Capunga será repaginado com novos equipamentos e substituição de lâmpadas

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 29/01/2014 às 5:54
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Trecho entre as Pontes da Torre e da Capunga será repaginado com novos equipamentos e substituição de lâmpadas - FOTO: Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Leitura:

Instalados entre as Pontes da Torre e da Capunga, os equipamentos de lazer da Avenida Beira-Rio, na Madalena, Zona Norte do Recife, começaram a ser requalificados na última segunda-feira. O recapeamento da pista de cooper e a recuperação dos aparelhos de ginástica estão sendo bem recebidos, mas é o reforço na iluminação que pode ajudar a resolver o problema que mais incomoda os frequentadores do local: a falta de segurança.

Sob responsabilidade da Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb), a obra ao longo dos 800 metros da via deve ser concluída até o fim de fevereiro. A pista de cooper (com desníveis e rachaduras), está no início do recapeamento e ganhará nova pintura. Os equipamentos de ginástica, incluindo as rampas, barras e estruturas para fazer alongamento e abdominal, serão substituídos.

Dos R$ 200 mil investidos na obra, R$ 50 mil serão gastos apenas com a iluminação pública, uma iniciativa para tentar diminuir a falta de segurança no trecho. "Muitas senhoras que vêm muito aqui pedem para que eu guarde os celulares porque têm medo de caminhar com os telefones", lamenta a vendedora de um quiosque de flores próximo à Ponte da Capunga, Andreza Santana, de 27 anos.

Sem uma iluminação adequada, a pista cercada por árvores e mangue, que acabam dificultando a propagação da claridade, se torna um local mais propício para a ação de assaltantes. "Fora dos horários de mais movimento, a Beira-Rio se transforma em um lugar ermo. Se um ladrão chegar e assaltar, ninguém vai nem ver", diz o aposentado Ubaldo Leite, 61, referindo-se ao período após as 20h. Ele também reclama da falta de policiamento eficaz ao longo do percurso.

Segundo a assessoria de comunicação da Polícia Militar, a segurança da área é feita por viaturas da Patrulha do Bairro com o apoio da ronda em motos. Ainda segundo a PM, por atenderem as ocorrências com mais rapidez, as equipes itinerantes substituíram um antigo posto policial que funcionava no local.

Leia matéria completa na edição desta quarta-feira(29) do Jornal do Commercio

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias