PARALISAÇÃO

Mudança no plano de saúde provoca greve dos Correios

Decisão da categoria saiu durante assembleia na noite desta quarta-feira

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 29/01/2014 às 21:48
Foto: Michele Souza / JC Imagem
Decisão da categoria saiu durante assembleia na noite desta quarta-feira - FOTO: Foto: Michele Souza / JC Imagem
Leitura:

Após assembleia na noite desta quarta (18), os funcionários da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafo (ECT) decidiram deflagrar a greve no Estado. Em reunião realizada na sede da instituição em Pernambuco, no bairro de Santo Amaro, a categoria definiu pela paralisação por discordar de mudanças no benefício de plano de saúde oferecido pela empresa. Cerca de 300 trabalhadores dos correios participaram da assembleia e, segundo a categoria, cerca de 95% do quadro de funcionários aderiram à greve.

A assembleia foi convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores dos Correios e Telégrafos de Pernambuco (Sintect-PE). Todos os serviços dos Correios estão paralisados. A única reivindicada na pauta diz respeito à terceirização dos serviços de plano de saúde, que deixarão de ser oferecidos pela ECT e passarão a ser administrados por outra empresa, sendo descontado o valor do benefício do salário dos funcionários.

Nesta quinta (30), os trabalhadores vão distribuir uma carta aberta à população durante o dia. Mais uma assembleia está marcada para as 16h.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias