irregularidades

Prefeitura do Recife interdita Clube Português, Casa Rosada e AABB

Vistorias serão realizadas em estabelecimentos que anunciaram prévias carnavalescas

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 29/01/2014 às 12:31
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Vistorias serão realizadas em estabelecimentos que anunciaram prévias carnavalescas - FOTO: Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Atualizada às 14h35

A Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano (Secon) interditou o Clube Português, a AABB e a Casa Rosada, na manhã desta quarta-feira (29). A operação conjunta da Secon e Corpo de Bombeiros iniciou vistorias em casas de festa que anunciaram prévias carnavalescas. A ação teve início hoje e vai até a próxima sexta-feira (31). A interdição segue até que os estabelecimentos se regularizem.

De acordo com a Secon, o Clube Português estava autorizado pelo CB a lotar a casa com 5 mil pessoas, quantidade que estava documentada. Entretanto, a casa anunciava que teria capacidade para receber 12 mil pessoas.

Na Casa Rosada, não era cumprida a obrigatoriedade de apresentar o termo de responsabilidade na entrada do estabelecimento. Caso eles cumpram a definição legal, a interdição pode ser cancelada ainda hoje.

Já a Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB) apresentou irregularidades estruturais. As instalações da casa de festa havia passado por reforma recentemente, mas estava em desacordo com as normas de segurança.

Em nota, a Casa Rosada informou que "a placa que informa a capacidade máxima de pessoas já existe na área  interna do espaço e um segundo adesivo já foi providenciado e fixado na área externa do buffet de recepções, conforme solicitação da Dircon. O adesivo contem a capacidade máxima, que é de 740 pessoas, como também o termo de responsabilidade da diretoria assumindo que a Casa comporta esse número de convidados no espaço, colocado na entrada do estabelecimento".

O Clube Português também se pronunciou por meio de uma nota. "O CPR esclarece que cumprirá o que foi determinado pelo órgão ainda nesta tarde. Assim que o trabalho for concluído, a instituição pedirá a liberação do espaço para a realização de eventos novamente."

INTERDIÇÃO - Na última segunda-feira (27), a Secretaria-Executiva de Controle Urbano (Secon) do Recife interditou mais duas casas de evento que funcionavam de forma irregular, na Zona Norte da cidade.

No final da noite da sexta-feira (24), na Estrada de Belém, na Encruzilhada, os fiscais identificaram a Ramage sem atestado de regularidade do Corpo de Bombeiros, sem capacidade máxima exposta na frente do estabelecimento e sem extintores de incêndio.

No sábado, na Estrada do Arraial, na Tamarineira, uma casa que funcionava como boate não apresentava nome na fachada. Os fiscais da 2ª Gerência Regional da Secon constataram que o espaço estava funcionando de maneira irregular.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias