Ano Novo

Feriado da confraternização universal sem ciclofaixa

Festa da Virada impossibilitou a montagem da ciclofaixa em pontos importantes

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 01/01/2015 às 8:44
Foto: Guga Matos/JC Imagem
Festa da Virada impossibilitou a montagem da ciclofaixa em pontos importantes - FOTO: Foto: Guga Matos/JC Imagem
Leitura:

O primeiro feriado do ano acontece no Recife sem a já tradicional Ciclofaixa de Turismo e Lazer da cidade. Os 36,5 Km foram deixados de lado em detrimento da organização da programação da festa da virada. De acordo com a assessoria da Secretaria de Turismo e Lazer da PCR, o réveillon em locais como a Avenida Boa Viagem e a Lagoa do Araçá impossibilitou a montagem de duas importantes faixas neste feriado da confraternização universal.

Os recifenses também não poderão contar com passeios no Jardim Botânico, Parque Dois Irmãos e o Paço do Frevo, que terão as portas fechadas nesse primeiro dia do ano. As programações de lazer e cultura organizadas pela Prefeitura do Recife voltam a partir do dia 2 de janeiro.

Ciclofaixa

A via especial passa por 31 bairros do Recife, nos domingos e feriados, das 7h às 16h. Cerca de 17 mil pessoas passam pela ciclofaixa nos dias de funcionamento.

O percurso para os ciclistas que saem da Zona Norte passa pelo Parque Santana, Mercado de Casa Amarela, Sítio Trindade, Parque da Jaqueira, Museu do Estado, Câmara Municipal do Recife, Parque 13 de Maio, Faculdade de Direito, Assembleia Legislativa, Teatro de Santa Isabel, Palácio do Campo das Princesas, Praça da República, Palácio da Justiça e Centro de Artesanato.

Quem sai da Zona Sul parra pela praia de Boa Viagem, Parque Dona Lindu, Pracinha de Boa Viagem, Cais de Santa Rita e Forte das Cinco Pontas.

Na Zona Oeste, a ciclofaixa passa pela Lagoa do Araçá, Praça Chora Menino, Hotel Central, Praça Maciel Pinheiro, Ponte da Boa Vista, Igreja Matriz da Boa Vista, Casa da Cultura.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias