VIOLÊNCIA

Assaltos a ônibus batem recorde

Sindicato dos rodoviários alega que são 11 ocorrências por dia

JC Online
JC Online
Publicado em 16/02/2017 às 7:41
JC Imagem
Sindicato dos rodoviários alega que são 11 ocorrências por dia - FOTO: JC Imagem
Leitura:

 

 

 

De acordo com o Sindicato dos Rodoviários de Pernambuco, 513 assaltos a coletivos aconteceram entre 1 de janeiro e 14 de fevereiro deste ano na Região Metropolitana do Recife (RMR). O número equivale a uma média de 11 ocorrências por dia, e supera o total dos meses de janeiro, fevereiro e março de 2016, que foi de 389 investidas. Os dados oficiais, fornecidos pela Secretaria de Defesa Social (SDS), dão ainda mais dimensão ao drama: houve um acréscimo de 130% no número de investidas, entre janeiro de 2016 (85 casos) e o mesmo período deste ano (196 assaltos). O total de ocorrências em 2016 foi de 1.223, ainda segundo os dados do governo.

Como forma de protesto, o sindicato dos rodoviários planeja, para a próxima semana, uma assembleia para definir que posição será tomada pela categoria, tendo em vista a proximidade do Carnaval. “Nada está descartado, inclusive uma paralisação. O que não podemos é conviver diariamente com o medo. Motoristas e cobradores, e, é claro, os passageiros, estão todos à mercê dos assaltantes, correndo grandes riscos”, comenta o diretor de comunicação da entidade, Genildo Pereira.

Entre 1 janeiro e 8 de fevereiro deste ano, dentro da Operação Transporte Seguro, a Polícia Militar diz ter realizado 3.928 abordagens, que resultaram na apreensão de 10 armas de fogo e duas armas brancas. Um total de 22 pessoas foram encaminhadas às delegacias por envolvimento nas investidas. 

Segundo a PM, a operação identifica pontos com maior incidência de assaltos, de acordo com informações colhidas junto ao Grande Recife Consórcio de Transporte e aos boletins de ocorrência registrados nas delegacias. “As abordagens são feitas por dez equipes espalhadas em locais pré-identificados”, diz a nota da corporação.

Também através de nota, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (Urbana-PE) se diz vítima dos assaltos nos coletivos da Região Metropolitana do Recife. “A Urbana-PE tem buscado soluções para prover maior segurança ao serviço de transporte, como o investimento na Bilhetagem Eletrônica e o estímulo ao uso de cartões VEM para pagamento das passagens, de maneira a reduzir o dinheiro a bordo e tornar o assalto ao coletivos menos atrativo”.

TECNOLOGIA

Ainda de acordo com o sindicato das empresas de transporte, o setor tem investido em câmeras de vídeo, cofres nos veículos e sistema de GPS. “Também reforçamos que as empresas operadoras enviam relatórios detalhados com os registros dos assaltos às autoridades competentes de forma a permitir o planejamento da ação policial”, diz o trecho final da nota.

 


O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias