LIXO

Coleta de lixo no Recife volta ao normal

Apesar disso, ainda é possível ver pontos da cidade que têm lixo acumulado. De acordo com a Emlurb, o serviço retornou nesse domingo (9)

Ana Roberta Amorim
Ana Roberta Amorim
Publicado em 10/04/2017 às 16:10
Foto: Jedson Nobre/ JC Imagem
Apesar disso, ainda é possível ver pontos da cidade que têm lixo acumulado. De acordo com a Emlurb, o serviço retornou nesse domingo (9) - Foto: Jedson Nobre/ JC Imagem
Leitura:

Depois de três dias sem coletas de lixo nas ruas do Recife, parece que a situação começa a voltar ao normal na manhã desta segunda-feira (10). Em alguns bairros da cidade foi possível observar caminhões de lixo e dupla de garis retirando a sujeira acumulada desde a última sexta-feira (7), quando começou a paralisação dos profissionais. No entanto, em locais como o bairro de Santo Amaro ainda eram vistos pontos de lixo amontoados.

Na avenida José dos Anjos, na comunidade Campo do Onze, em Santo Amaro, área central do Recife, até por volta das 10h30 muitos pontos de lixo ainda não haviam sido recolhidos do local. A moradora Fernanda Oliveira da Silva, 23, reclamou da sujeira, mas disse que a frequência da limpeza não mudou muito durante a paralisação dos garis. “Sempre tem lixo por aqui, fica essa sujeira e o mau cheiro”, disse a atendente de telemarketing. “Mas isso também é culpa da população, que coloca o lixo no lugar errado”, completou.
No entanto, em outros pontos o trabalho de limpeza já começava a ser retomado. No Canal do Arruda, bairro do Arruda, Zona Norte da cidade, muito lixo se acumulava nas margens, apesar do trabalho de retirada feito por três garis com o auxílio de um caminhão. Um morador que não quis se identificar denunciou que não foi apenas durante a paralisação que a coleta deixou à desejar, pois a sujeira é rotina.
Além do Canal do Arruda, o recolhimento do lixo com caminhão também foi visto em na Avenida Rui Barbosa, Zona Norte do Recife; na rua do Hospício, na Boa Vista, um gari trabalhava sozinho para remover a sujeita acumulada. A rua Manoel Borba, também na Boa Vista, foi encontrada limpa. Já em pontos da rua Fernandes Vieira e Bispo Cardoso Ayres, alguns pontos de lixo ainda puderam ser encontrados.

Braços cruzados

A paralisação dos garis começou na sexta-feira (7) por um pedido dos profissionais por melhores condições de trabalho e manutenção do emprego. Esta solicitação veio por causa de uma decisão do Ministério Público do Trabalho que proibiu o transporte de garis no estribo dos caminhões caçamba.

Em nota, a Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb) disse que os serviços voltariam ainda neste domingo (9) e seriam finalizados até esta terça (11). O órgão diz que apenas nesta segunda (10) 69 caminhões realizaram o trabalho. “Da retomada das atividades até a madrugada desta segunda-feira, foram recolhidas aproximadamente 3,5 mil toneladas de resíduos.”, continua A nota conclui dizendo que o órgão “agiu junto ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT-PE) para tornar sem efeito a decisão unilateral e abrupta tomada pelos fiscais do Ministério Público do Trabalho (MPT-PE) que proibia a coleta dos estribos nos caminhões compactadores, razão da paralisação dos trabalhadores”.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias