POLÍCIA

Gleide Ângelo assume o Departamento de Polícia da Mulher

Delegada é famosa por desvendar casos de homicídios contra mulheres

Felipe Vieira
Felipe Vieira
Publicado em 10/04/2017 às 13:08
Felipe Vieira
Delegada é famosa por desvendar casos de homicídios contra mulheres - Felipe Vieira
Leitura:

"Vamos para a luta, pois ela não é fácil". Foi com essas palavras de que delegada Gleide Ângelo assumiu, na manhã desta segunda-feira, a chefia do Departamento de Polícia da Mulher (DPMul). A delegada especial Inalva Regina deixou o cargo.

Uma das bandeiras de Gleide será a prevenção ao feminicídio. "Quando acontece o crime e a mulher morre, é claro que temos que nos empenhar para investigar e punir o culpado. Mas o ideal é evitar que aconteça. E como se faz isso? Com prevenção. E como a gente previne? Estimulando a mulher a denunciar o agressor".

RETALIAÇÃO

Segundo Gleide, por muitas vezes a vítima não realiza a denúncia por medo de retaliação. "Ela pensa que se denunciar, vai ser agredida ou morta na volta para casa. Na maioria das vezes ela nem sabe que existe a Casa Abrigo, onde ela pode ficar até que o processo seja julgado".

Gleide Ângelo é famosa por ter desvendado casos de repercussão relacionados a mulheres, como os assassinatos da alemã Jennifer Kloker, em fevereiro de 2010, da administradora Narda Biondi, no mesmo ano, e da estudante Maria Alice Seabra, em 2015. 

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias