JUSTIÇA

Procurador promete empenho no caso de jovem morto em Itambé pela PM

Francisco Dirceu Barros, do Ministério Público Estadual, garante que está monitorando para que o caso seja esclarecido

Da editoria de Cidades
Da editoria de Cidades
Publicado em 24/05/2017 às 16:34
Foto: Divulgação
Francisco Dirceu Barros, do Ministério Público Estadual, garante que está monitorando para que o caso seja esclarecido - FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:

O procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros, disse que está monitorando de perto o caso do jovem Edvaldo da Silva Alves, 21 anos, baleado em 17 de março, durante um protesto contra a violência na cidade de Itambé, na Zona da Mata pernambucana. E prometeu empenho do Ministério Público Estadual para que o caso seja esclarecido. Edvaldo faleceu em 11 de abril, em decorrência dos ferimentos causados pelo disparo de bala de borracha, feito por um policial militar.

“É uma situação que o Ministério Público está monitorando de perto. Tanto é que designamos um promotor especial para o caso”, destacou Francisco Dirceu, ao receber o presidente da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), deputado estadual Edilson Silva, em seu gabinete, na sede do MPPE, no bairro de Santo Antônio, área central do Recife.

O encontro aconteceu na última segunda-feira. O advogado da família de Edvaldo, Ronaldo Jordão, também participou da reunião. O promotor João Elias da Silva é que está acompanhando o caso. A expectativa é que ele termine, na próxima semana, o Procedimento Investigatório Criminal (PIC).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias