EDUCAÇÃO

Bode Gaiato é personagem de campanha do Detran-PE

Peças conhecido personagem das redes sociais já começaram a ser veiculadas desde a última terça (20)

Editoria de Cidades
Editoria de Cidades
Publicado em 22/06/2017 às 14:00
Foto: Divulgação/Detran
Peças conhecido personagem das redes sociais já começaram a ser veiculadas desde a última terça (20) - FOTO: Foto: Divulgação/Detran
Leitura:

O personagem Bode Gaiato, conhecido nas redes sociais fazendo piadas com costumes dos recifenses, é personagem principal de uma campanha do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE). O objetivo é fomentar discussões sobre o papel do individuo na sociedade, buscando incitar a participação e manifestação individual e coletiva relacionada a temas político-sociais, utilizando-se do componente humor.

“Nosso conceito escolhido na educativa foi estrada não é lugar de gaiatice. Tais aspectos oferecem à campanha o universo semântico ideal para influenciar o nosso público alvo, que são condutores que se deslocam para as festas juninas, a aderirem de uma forma mais divertida, às recomendações de segurança no transito”, explicou o diretor presidente do DETRAN-PE, Charles Ribeiro.

As peças da campanha intitulada de Bode Gaiato, englobam outdoors, publicidade em rádio e TV, distribuição de sacolas de lixo, adesivos e folders, abordando entre os temas: cinto de segurança também no banco de trás, álcool e direção e respeito aos limites de velocidade.

Institucional

Além dessa campanha, outra, que começa a ser veiculada nesta quinta (22), mostra as ações desenvolvidas pelo Órgão por meio das Operações Rota de Fuga – ORF, e Trânsito Seguro – OTS, além da Operação Lei Seca, alertando os condutores, ciclistas e pedestres sobre o respeito a vida.

Já a institucional atingirá a população com um filme publicitário veiculado em TV’s e redes sociais, destacando o papel fundamental das operações do DETRAN-PE, que junto às ações educativas tem conseguido reduzir o número de acidentes no Estado que provocam sequelas e mortes, lembrando da economia de 350 milhões gasto com a saúde. Além disso, também é destacada a regularização dos ciclomotores, conhecidos como cinquentinhas.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias