Susto

'Nasci de novo', diz morador de prédio que desabou em Garanhuns

O economista José Tavares morava no térreo do edifício e acabou viajando de repente na noite do domingo (9), deixando o apartamento em Garanhuns fechado

JC Online
JC Online
Publicado em 10/07/2017 às 8:45
Foto: Cortesia
FOTO: Foto: Cortesia
Leitura:

"Nasci de novo. Deus olhou pra mim, para minha esposa e para a minha filha e disse 'não é a hora de vocês'". É o que afirma um morador do prédio que desabou nesta segunda-feira (10), em Garanhuns, Agreste de Pernambuco. Em entrevista à Rádio Jornal Garanhuns, o economista José Tavares conta que, na noite desse domingo (9), realizou uma viagem não planejada e deixou o apartamento vazio.

"Por coincidência, na noite anterior, eu e minha família decidimos ir para a Bahia, visitar meu sogro e minha sogra. [...] Já tinha a informação que ele tinha desabado uma vez, no entanto, havia uma placa informando que o prédio havia passado por inspeção. Inclusive, no ano passado, percebi algumas rachaduras e reclamei com a imobiliária". O economista morava no térreo do edifício.

Foto: Cortesia
Prédio de dois andares desaba em Garanhuns, no Agreste e deixa dois feridos. - Foto: Cortesia
Foto: Cortesia
Prédio de dois andares desaba em Garanhuns, no Agreste e deixa dois feridos. - Foto: Cortesia
Foto: Cortesia
Prédio de dois andares desaba em Garanhuns, no Agreste e deixa dois feridos. - Foto: Cortesia
Foto: Cortesia
Prédio de dois andares desaba em Garanhuns, no Agreste e deixa dois feridos. - Foto: Cortesia
Foto: Cortesia
Prédio de dois andares desaba em Garanhuns, no Agreste e deixa dois feridos. - Foto: Cortesia

Susto

O prédio de dois andares, localizado na rua Desembargador João Paes, no bairro de Aluísio Pinto, desabou nesta segunda-feira (10), em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. Equipes da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil estiveram no local.

Uma mulher e sua filha de 20 dias foram socorridas para o Hospital Regional Dom Moura. Segundo os Bombeiros, duas pessoas estão sendo procuradas embaixo dos escombros. Umas delas foi identificada como Antônio Arcoverde, funcionário público de Garanhuns. Os bombeiros afirmaram que o ouviram pedindo socorro. Confira o resgate do bebê:

Últimas notícias