Geral

Compaz do Cordeiro ficou entre um dos três melhores no Prêmio PMI

Compaz Escritor Ariano Suassuna conta com mais de 9 mil pessoas cadastradas. São quase 2,4 mil vagas nas atividades esportivas e práticas integrativas e outras 1,5 mil atividades educacionais

Da Editoria de Cidades
Da Editoria de Cidades
Publicado em 19/09/2017 às 9:48
Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR
Compaz Escritor Ariano Suassuna conta com mais de 9 mil pessoas cadastradas. São quase 2,4 mil vagas nas atividades esportivas e práticas integrativas e outras 1,5 mil atividades educacionais - FOTO: Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR
Leitura:

A Prefeitura do Recife, apresentando o Centro Comunitário da Paz Escritor Ariano Suassuna (Compaz), no bairro do Cordeiro, Zona Oeste da cidade, foi uma das três melhores na premiação concedida pela associação Project Management Institute (PMI/PE) na categoria Projetos. A apresentação e a defesa da concepção e metodologia de gestão da fábrica de cidadania do Recife foi feita pela Secretaria de Planejamento, Administração e Gestão de Pessoas dentro da 9ª Conferência de Gestão, Projetos e Liderança, também promovida pelo PMI/PE. O evento aconteceu no auditório do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). 

O encontro tem como objetivo estimular os debates sobre gestão, projetos e liderança. Sob estas perspectivas, a ideia é que o gerenciamento de projetos e programas possa ser definido considerando as limitações e variações relacionadas, por exemplo, ao tempo, custos e outros recursos a serem utilizados para alcançar os objetivos traçados. Otimizar todas essas variantes são traços considerados pela premiação e o Compaz Escritor Ariano Suassuna entrou para a lista dos finalistas de 2017.

O Compaz Escritor Ariano Suassuna conta com mais de 9 mil pessoas cadastradas. São quase 2,4 mil vagas nas atividades esportivas e práticas integrativas e outras 1,5 mil atividades educacionais. A Biblioteca Jornalista Carlos Percol conta com uma média diária de acesso de 315 pessoas. No último mês, a biblioteca contou com quase 8,5 mil visitantes. 

Inaugurado em março, o Compaz do Cordeiro foi fruto de um trabalho que nasceu dentro da Secretaria de Segurança Urbana do Recife e que o Escritório de Gerenciamento de Projetos (EGP), da Secretaria de Planejamento, Administração e Gestão de Pessoas, foi responsável por todo o processo de integração dos esforços das equipes envolvidas, desde a concepção da ideia, passando pelo acompanhamento passo a passo das obras até a implantação dos serviços oferecidos. O ciclo se fecha quando o EGP entrega a administração do Compaz à Secretaria de Segurança Urbana do Recife, que passa a responder pelas atividades do Centro e passa a oferecer os serviços à comunidade. 

Combate à violência

A ideia central do projeto é ser um espaço diferenciado com todas as suas ações voltadas ao combate à violência por meio de ações preventivas, reunindo em um único espaço lazer, esporte, educação e oferta de serviços. Com isso, a gestão municipal integra uma série de atividades em um único lugar, tornando-se referência para crianças, jovens e adultos. Assim, a gestão busca difundir e fortalecer o exercício da cidadania em áreas de grande vulnerabilidade social atingindo, nesse caso, bairros localizados na Zona Oeste do Recife. 

Essa é a segunda unidade construída pela gestão. A primeira está localizada no Alto Santa Terezinha: o Compaz Governador Eduardo Campos, criado com a mesma metodologia. Ambas foram construídas estrategicamente em locais com alto índice de vulnerabilidade social.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias