ENTERRO

Crianças vítimas de explosão de gás são enterradas em Jaboatão

Duas das crianças que foram vítimas da explosão do botijão de gás foram enterradas nesta terça-feira (28)

JC Online
JC Online
Publicado em 28/11/2017 às 17:00
Foto: Rossini Gomes / TV Jornal
Duas das crianças que foram vítimas da explosão do botijão de gás foram enterradas nesta terça-feira (28) - FOTO: Foto: Rossini Gomes / TV Jornal
Leitura:

O enterro de duas das crianças atingidas pela chamas provocadas pela explosão de um botijão gás de cozinha, aconteceu na tarde desta terça (28), no Cemitério da Saudade, localizado no bairro Vista Alegre, em Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana do Recife.

A primeira vítima a falecer foi Daniel da Silva Rodrigo Balbino, de apenas 1 ano, na última sexta-feira (24). Dois dias depois, sua irmã, Nicole Beatriz da Silva Anacleto, 3 anos, veio à óbito. A causa da morte foram os graves ferimentos causados pelo incêndio que aconteceu na casa em que eles moravam, no Alto da Fábrica, em Jaboatão dos Guararapes.

No enterro, amigos e pessoas da família estavam muito abalados pelo acontecimento e lamentavam a morte das crianças. Ainda estão internados na ala de queimados do Hospital da Restauração (HR), o avô, mãe e mais 3 crianças da família que foram atingidas pelas chamas e ficaram gravemente feridas.

Relembre

A explosão de um botijão de gás, na manhã do sábado (18), em Jaboatão dos Guararapes, deixou sete vítimas, sendo duas fatais enterradas na tarde desta terça (28).

A causa da explosão seria um vazamento no botijão de gás. Segundo a dona-de-casa Rosilda Ribeiro da Silva, 43 anos, o marido, Roberto Albino, 62 anos, comprou o gás a um vendedor que estava no local e após a instalação, o botijão estaria vazando. "O rapaz colocou o gás, mas ficou vazando. Aí meu marido foi tentar arrumar e acendeu a luz da cozinha. Foi quando explodiu tudo", relatou.

No momento da explosão, Rosilda estava com seu filho, de apenas 3 semanas, no braço e por pouco conseguiu escapar do fogo com a criança.

Segundo testemunhas, o Corpo de Bombeiros só chegou após o fogo ter sido apagado pelos vizinhos. 

Últimas notícias