TRAGÉDIA

Garoto de 12 anos mata irmão durante brincadeira com arma em Garanhuns

A vítima tinha 6 anos. O tiro foi acidental. A arma pertencia ao pai dos garotos, que é vigilante

JC Online
JC Online
Publicado em 25/12/2017 às 19:54
Foto: Reprodução/Google Maps
A vítima tinha 6 anos. O tiro foi acidental. A arma pertencia ao pai dos garotos, que é vigilante - FOTO: Foto: Reprodução/Google Maps
Leitura:

Uma tragédia marcou o Natal de uma família em Garanhuns, Agreste de Pernambuco, nesta segunda-feira, 25 de dezembro. Um garoto de 12 anos atirou e matou o irmão de apenas 6, sem querer, enquanto os dois brincavam com uma arma, dentro de uma creche em construção. Segundo a Delegacia de Garanhuns, para onde o caso foi encaminhado, a espingarda do tipo "soca-soca" pertence ao pai das crianças e vigilante do local.

O acidente aconteceu após os dois meninos entrarem em uma das salas da creche, localizada no bairro de Manoel Chéu, na periferia da cidade, por volta das 16h. Durante a brincadeira, encontraram a espingarda escondida atrás de um sofá. O irmão mais novo viu a arma e entregou ao mais velho, que, durante o manuseio, atirou acidentalmente no menino de 6 anos, que levou um tiro no rosto. O pai das crianças estava fora da creche procurando pelos dois e não percebeu que eles ainda estavam dentro do estabelecimento.

Foi socorrido

O irmão mais novo chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho do hospital. O garoto de 12 anos e o pai foram à Delegacia de Garanhuns onde prestaram depoimento. Pela espingarda pertencer ao pai das crianças, ele pode responder por negligência, já que deixou a arma em um local de fácil acesso.

Últimas notícias