Tragédia no Pina

Globocop: Próximas 48 horas decisivas para recuperação de sobrevivente

Jovem passou mais de cinco horas na sala de cirurgia e está na UTI do Hospital da Restauração

Da editoria de Cidades
Da editoria de Cidades
Publicado em 23/01/2018 às 14:17
Cortesia
FOTO: Cortesia
Leitura:

Após mais de cinco horas de procedimento cirúrgico no Hospital da Restauração (HR), o operador de sistemas Miguel Brendo Pontes Simões, 21 anos, único sobrevivente da queda do Globocop, na manhã desta terça-feira (23), foi encaminhado para Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Segundo a equipe médica, o estado do jovem é gravíssimo, mas a pressão arterial está controlada, com a ajuda de medicamentos. As próximas 48 horas serão decisivas.

"Ele continua com risco de morte. O paciente sofreu traumatismo em várias partes do corpo. Teremos que acompanhar esse pós-operatório para observar como será a sua evolução", afirmou o chefe de cirurgia-geral do HR, Rogério Ehrhardt.

O médico comandou uma equipe com mais de 15 profissionais, que realizou três cirurgias em Miguel Brendo: nos membros inferiores, no abdomen e na face. O procedimento começou por volta da 6h50 e só foi encerrado no final da manhã.

FERIMENTOS

Na queda da aeronave, Miguel Brendo quebrou a perna direita, a mandíbula e perdeu o baço. "Miguel esta extremamente grave, sofreu um politraumatismo importante. Ele recebeu todos os cuidados que precisava, cirurgias de emergência. Ele vai precisar de outros procedimentos cirurgicos posteriormente, quando tivermos uma avaliação mais clara desse pós-operatório", explicou o cirurgião Rogério Ehrhardt.

Guga Matos/JC Imagem
Já de noite, as equipes de buscas conseguiram retirar os destroços do helicóptero de dentro do mar - Guga Matos/JC Imagem
Guga Matos/JC Imagem
Foi utilizado um guindaste para retirar os destroços de dentro do mar - Guga Matos/JC Imagem
Guga Matos/JC Imagem
Centenas de curiosos acompanharam a movimentação - Guga Matos/JC Imagem
Guga Matos/JC Imagem
Equipamento será levado para perícia para saber a real causa da queda - Guga Matos/JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
Destroços foram retirados do mar por banhistas - Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
Corpos foram retirados com a ajuda da população - Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Cortesia
- Cortesia
Cortesia
- Cortesia
Cortesia
- Cortesia
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Diego Nigro/JC Imagem
- Diego Nigro/JC Imagem
Diego Nigro/JC Imagem
- Diego Nigro/JC Imagem
Diego Nigro/JC Imagem
- Diego Nigro/JC Imagem
Diego Nigro/JC Imagem
Dono da empresa que alugava o helicóptero à Globo também é pai do operador de imagens Miguel Brendo - Diego Nigro/JC Imagem
Diego Nigro/JC Imagem
Miguel estava no helicóptero e foi socorrido com vida e levado ao HR - Diego Nigro/JC Imagem
Diego Nigro/JC Imagem
Parentes de Miguel aguardam notícias - Diego Nigro/JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem

Últimas notícias