INVESTIGAÇÃO

Polícia Federal assume investigação de acidente do Globocop

Perícias serão feitas nos destroços recolhidos para que a causa do acidente possa ser esclarecida

Bianca Sousa
Bianca Sousa
Publicado em 23/01/2018 às 15:27
Cortesia
FOTO: Cortesia
Leitura:

As investigações da queda de um helicóptero da TV Globo ocorrida na manhã desta terça-feira (23) serão assumidas pela Polícia Federal (PF) por se tratar de um acidente aéreo. O delegado federal Dário Sá Leitão e mais uma equipe de peritos estão na praia de Brasília Teimosa, na Zona Sul do Recife, acompanhando o recolhimento dos destroços.

Todas as partes da aeronave já foram retiradas do mar pela equipe do Corpo de Bombeiros, em conjunto com a Capitania dos Portos. Um caminhão, estacionado na Avenida Brasília Formosa, recebe os destroços que serão encaminhados ao hangar da Base Aérea do Recife, no bairro do Jordão, região sul da cidade.

Os destroços do helicóptero foram analisados, na areia, por peritos do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa); De acordo com o delegado da Polícia Federal, além desta análise feita por profissionais do Seripa, a PF fará uma outra perícia em todas as partes recolhidas para que a causa do acidente seja apontada.

Em um prazo de 90 dias será emitido o laudo que definirá todos os detalhes e conclusão da investigação, destaca o delegado.

Ajuda da população

Para colaborar, moradores da área que viram o momento do acidente e participaram do resgate das vítimas devem prestar depoimento à polícia para que seja esclarecido alguns detalhes que contribuam para a apuração.

O delegado ainda ressalta que as pessoas que fizeram vídeos e fotos do acidente podem cooperar indo até a assessoria de comunicação da Polícia Federal, localizada no Cais do Apolo, no Bairro do Recife, e cedendo as imagens para que sejam averiguadas.

Polícia Civil

Antes da PF assumir totalmente as investigações, a Polícia Civil ainda ficará responsável por abrir um inquérito que dará continuidade às perícias dos corpos das vítimas do acidente. Ao chegar na ocorrência, a equipe da Civil analisou o local e acionou o Instituto de Medicina Legal (IML) para recolher os corpos que já haviam sido resgatados por populares. Ao fim dos exames do IML, os resultados serão encaminhados à Polícia Civil que dará continuidade ao caso, até que o Ministério Público repasse as investigações para a instância federal, ou até a Polícia Federal solicitar a autonomia do inquérito.

A reportagem do JC entrou em contato com a delegada da Polícia Civil, Beatriz Leite, que confirmou que não é de interesse da guarda assumir o caso, já que se trata de um acidente aéreo, tornando-se competência da Polícia Federal, até mesmo para não haver duas investigações sobre o mesmo fato. Após a aprovação do Ministério Público, todos os laudos periciais serão passados para a PF, ficando então, a Polícia Civil, isenta de qualquer responsabilidade sobre as apurações e investigações do acidente da aeronave.

Guga Matos/JC Imagem
Já de noite, as equipes de buscas conseguiram retirar os destroços do helicóptero de dentro do mar - Guga Matos/JC Imagem
Guga Matos/JC Imagem
Foi utilizado um guindaste para retirar os destroços de dentro do mar - Guga Matos/JC Imagem
Guga Matos/JC Imagem
Centenas de curiosos acompanharam a movimentação - Guga Matos/JC Imagem
Guga Matos/JC Imagem
Equipamento será levado para perícia para saber a real causa da queda - Guga Matos/JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
Destroços foram retirados do mar por banhistas - Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
Corpos foram retirados com a ajuda da população - Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Cortesia
- Cortesia
Cortesia
- Cortesia
Cortesia
- Cortesia
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Diego Nigro/JC Imagem
- Diego Nigro/JC Imagem
Diego Nigro/JC Imagem
- Diego Nigro/JC Imagem
Diego Nigro/JC Imagem
- Diego Nigro/JC Imagem
Diego Nigro/JC Imagem
Dono da empresa que alugava o helicóptero à Globo também é pai do operador de imagens Miguel Brendo - Diego Nigro/JC Imagem
Diego Nigro/JC Imagem
Miguel estava no helicóptero e foi socorrido com vida e levado ao HR - Diego Nigro/JC Imagem
Diego Nigro/JC Imagem
Parentes de Miguel aguardam notícias - Diego Nigro/JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem
Bobby Fabisak/ JC Imagem
- Bobby Fabisak/ JC Imagem

Últimas notícias