FIANÇA

Justiça determina fiança de R$5 mil para youtubers que invadiram Cotel

Cada youtuber deverá pagar R$ 5 mil para ser liberado. Eles foram presos por invadirem o Cotel vestidos de personagens da série La Casa de Papel

JC Online
JC Online
Publicado em 18/04/2018 às 16:17
Foto: Guga Matos/ JC imagem
Cada youtuber deverá pagar R$ 5 mil para ser liberado. Eles foram presos por invadirem o Cotel vestidos de personagens da série La Casa de Papel - FOTO: Foto: Guga Matos/ JC imagem
Leitura:

Os três youtubers presos por invadirem o Centro de Observação e Triagem Criminológica (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife, nessa terça-feira (17), deverão pagar fiança de R$ 5 mil, cada um, para serem soltos. O resultado foi divulgado na tarde desta quarta-feira (18) após a audiência de custódia no Fórum de Olinda.

O valor da fiança foi arbitrado pelo juiz Thiago Fernandes Cintra. Após a emissão dos boletos de fiança e o pagamento da quantia definida, os youtubers devem ser liberados.

Os jovens, identificados como Gerson Albuquerque, de 24 anos, Wesllay Meireles Lopes Costa, 33 anos, e Mateus Kleber Oliveira, 20 anos, passaram a noite na Delegacia de Paulista.

Invasão 

O três homens foram presos e um adolescente foi detido, na manhã da terça-feira (17), em frente ao Cotel. Fantasiados com macacões vermelhos, uniforme usado na série "La Casa de Papel" da Netflix, e com máscaras do pintor espanhol Salvador Dalí, eles tinham o objetivo de gravar um vídeo para o Youtube.

Gerson Albuquerque, youtuber pernambucano, é o "mandante" da ação. Em entrevista à TV Jornal, o rapaz conta que a intenção era gravar um vídeo de cinco segundos em frente ao Cotel. "Era só uma brincadeira", diz Gerson.

Em nota, a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos destaca que os quatro homens foram detidos por tentarem invadir a unidade prisional.

De acordo com o youtuber, ele e os amigos chegaram em frente a cadeia com uma sacola de pão e um refrigerante, que seriam usados no vídeo. Um homem, que visitava um dos presidiários, saia do local e pediu um pão e também para tirar foto. Gerson conta que neste momento foram abordados pelos agentes, que acharam a situação suspeita. 

Na manhã desta quarta-feira (18), os três de maiores, que foram autuados pelos crimes de invasão de domicílio na forma qualificada, lei das contravenções e corrupção de menor, serão encaminhados para audiência de custódia.

Eles haviam sido abordados pela polícia na noite anterior 

No stories do Instagram, Gerson, que tem 155 mil seguidores na rede social, mostrou os bastidores da ação, avisando aos fãs que estaria saindo para fazer uma pegadinha. Em um dos vídeos, o rapaz registra ele e os amigos em frente a um banco da Caixa Econômica Federal, por volta das 22h da segunda-feira (16).

“Minha gente, eu nunca vi tanta polícia como vi hoje. Foram seis viaturas que passaram perto da gente, e só duas nos abordaram. Foi tenso, foi muito tenso”, conta em um dos vídeos publicados por ele, registrado momentos após serem vistos fantasiados dentro carro por populares, que podem ter feito a denúncia à polícia.

 

Últimas notícias