SÃO PEDRO

Missa campal abre as celebrações da procissão a São Pedro

100 fiéis acompanharam a missa campal de São Pedro realizada na manhã desta sexta-feira (29), em Brasília Teimosa, Zona Sul do Recife

Thiago Cabral
Thiago Cabral
Publicado em 29/06/2018 às 11:29
Bobby Fabisak/ JC Imagem
100 fiéis acompanharam a missa campal de São Pedro realizada na manhã desta sexta-feira (29), em Brasília Teimosa, Zona Sul do Recife - FOTO: Bobby Fabisak/ JC Imagem
Leitura:

Debaixo de chuva, cerca de 100 fiéis acompanharam a missa campal de São Pedro realizada na manhã desta sexta-feira (29), em Brasília Teimosa, Zona Sul do Recife. O culto foi regido pelo arcebispo de Recife e Olinda, dom Fernando Saburido, que abençoou a comunidade e os pescadores, que tem em São Pedro seu padroeiro.

A cerimônia foi a benção inicial para a procissão marítima do santo, que começa às 14h desta sexta (29) com o andor pelas ruas do bairro e depois o passeio marítimo com a estátua do padroeiro dos pescadores, terminando os festejos com um show no palco armado pela prefeitura na praça que leva o nome do Santo.

Assim, como São João e Santo Antônio, São Pedro é considerado por muita gente o santo que controla o tempo. Foi São Pedro o primeiro apóstolo de cristo e, como era pescador, virou o protetor de quem tira o sustento do mar e dos rios.

“São Pedro é aquele escolhido por Jesus para ser o líder dos seus sucessores. Hoje portanto é o dia do papa, daquele que lidera os apostolos de Cristo. Ele era pescador, simples e humilde, e que Jesus o escolheu nessa condição para ser o líder dos apóstolos. Ele é patrono dos pescadores, e por ter sido uma pessoa que teve muitas virtudes e também muitas fraquezas, ele edifica a igreja mostrando que quando temos fé podemos vencer as dificuldades”, destacou o arcebispo de Recife e Olinda Dom Fernando Saburido.

Às 14h, em frente sede, na praça que leva nome do santo, começará a caminhada com a estátua de São Pedro. O cortejo a pé partirá da capela que fica na sede dos pescadores e seguirá pela avenida Brasília Teimosa, passando pela rua Comendador Moraes, rua Dagoberto Pires, rua Arabaiana, até chegar na rua Badejo, onde fica o Iate Clube. De lá a procissão continuará pelo mar, seguida por mais de 20 embarcações, indo até o antigo Farol da Barra e depois retornará ao mesmo ponto de partida.

FESTA PROFANA

Em paralelo ao dia de devoção a São Pedro no bairro, acontece a festa profana. Um palco armado pela Prefeitura do Recife, próximo a Colônia dos Pescadores, trará apresentações culturais e regionais para balançar os devotos a partir das 13h. Bacamarteiros, bandas juninas de forró pé-de-serra, coco de roda, são algumas das atrações escaladas para o último arraial da cidade neste ciclo junino. A festa durará até 1h da manhã e se encerra após a apresentação de Geraldinho Lins, um dos homenageados do São João do Recife.  

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias