SECA EM PERNAMBUCO

Seca leva Pernambuco a decretar estado de emergência em 54 cidades

O texto publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (26) declara situação de emergência

Kléber Barreto
Kléber Barreto
Publicado em 26/09/2018 às 11:00
Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem
O texto publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (26) declara situação de emergência - FOTO: Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem
Leitura:

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, decretou situação de emergência em 54 municípios do sertão em decorrência da estiagem.

A decisão está publicada na edição desta quarta-feira (26) no Diário Oficial do estado, na página 1, da seção dedicada ao Executivo.

O texto informa que "fica declarada a existência de situação anormal caracterizada como situação de emergência [...] por um período de 180 dias".

Em seguida, o decreto acrescenta que “os órgãos estaduais localizados nas áreas atingidas, e competentes para a atuação específica, adotarão as medidas necessárias para o combate à “Situação de Emergência”, em conjunto com os órgãos municipais”.

A medida passou a ser adotada desde o dia 21, mas só foi publicada nesta quarta-feira (26).

Municípios em situação de emergência

Os municípios que estão em situação de emergência são os seguintes: Afogados da Ingazeira, Afrânio, Araripina, Arcoverde, Belém do São Francisco, Betânia, Bodocó, Brejinho, Cabrobó, Calumbi, Carnaubeira da Penha, Carnaíba, Cedro, Custódia, Dormentes, Exu, Flores, Floresta, Granito, Ibimirim, Iguaraci, Inajá, Ingazeira, Ipubi, Itacuruba, Itapetim, Jatobá, Lagoa Grande, Manari, Mirandiba, Orocó, Ouricuri, Parnamirim, Petrolina, Petrolândia, Quixaba, Salgueiro, Santa Cruz, Santa Cruz da Baixa Verde, Santa Filomena, Santa Maria da Boa Vista, Santa Terezinha, Serra Talhada, Serrita, Sertânia, Solidão, São José do Egito, Tabira, Tacaratu, Terra Nova, Trindade, Triunfo, Tuparetama e Verdejante.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias