INICIATIVA

Após incêndio em escola, coletivo arrecada livros para o povo Pankararu

A campanha segue até o começo de dezembro. São aceitos livros de todos os gêneros

JC Online
JC Online
Publicado em 30/10/2018 às 16:55
Foto: Facebook/Povo Pankararu
FOTO: Foto: Facebook/Povo Pankararu
Leitura:

Um coletivo formado por estudantes da pós-graduação em Direitos Humanos da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) está arrecadando livros para o povo Pankararu. A campanha foi lançada nessa segunda-feira (29), após uma escola utilizada pelos indígenas em Jatobá, no Sertão de Pernambuco, ser atingida por um incêndio.

Inicialmente, só há um ponto de arrecadação, que fica no hall da Biblioteca Central da Unicap. O prédio funciona das 7h30 às 21h30 de segunda a sexta-feira e de 8h às 12h nos sábados.

De acordo com Rayane Marinho, uma das integrantes do grupo, são aceitos livros de qualquer gênero. "A campanha segue até o começo de dezembro, depois a gente vai catalogar os livros e arrumar um meio de transportar até a aldeia", explicou.

Visualizar esta foto no Instagram.

Uma publicação compartilhada por Coletivo Dhoze (@coletivodhoze) em

Quem tiver qualquer dúvida sobre a campanha ou puder disponibilizar um novo ponto de arrecadação deve entrar em contato pelo e-mail ddhhunicap2018@gmail.com.

O incêndio

Uma escola e uma Unidade de Saúde da Família utilizadas por indígenas no sítio Bem Querer de Baixo, em Jatobá, Sertão de Pernambuco, foram atingidas por um incêndio na madrugada desta segunda-feira (29). O povo Pankararu utilizou o Facebook para denunciar o caso, que está sendo apurado pela Polícia Civil. Comentários nas redes sociais sugerem que o incêndio tenha motivação política, mas o delegado responsável pela investigação nega. A suspeita inicial é de que trata-se de uma ação de posseiros que foram retirados do território.

Em uma nota intitulada "A barbárie começou", publicada no Facebook, o povo Pankararu afirmou que os moradores da área acordaram "com uma escola e um PSF destruídos pelo fogo do ódio, preconceito e da intolerância".

Foto: Facebook/Povo Pankararu
- Foto: Facebook/Povo Pankararu
Foto: Facebook/Povo Pankararu
- Foto: Facebook/Povo Pankararu
Foto: Facebook/Povo Pankararu
- Foto: Facebook/Povo Pankararu
Foto: Facebook/Povo Pankararu
- Foto: Facebook/Povo Pankararu
Foto: Facebook/Povo Pankararu
- Foto: Facebook/Povo Pankararu
Foto: Facebook/Povo Pankararu
- Foto: Facebook/Povo Pankararu
Foto: Facebook/Povo Pankararu
- Foto: Facebook/Povo Pankararu
Foto: Facebook/Povo Pankararu
- Foto: Facebook/Povo Pankararu

Últimas notícias