ZONA NORTE DO RECIFE

Procissão da Bandeira abre Festa do Morro da Conceição

Mais do que um cortejo, a procissão foi um momento usado por fiéis da Imaculada Conceição para fazer pedidos e agradecer pelas mais variadas graças

JC Online
JC Online
Publicado em 29/11/2018 às 19:24
Fotos: Alexandre Gondim/JC Imagem
FOTO: Fotos: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Estreando um novo percurso, a Procissão da Bandeira abriu, na noite desta quinta-feira (29), a 114ª Festa do Morro da Conceição, na Zona Norte do Recife.

Mais do que um cortejo, a procissão foi um momento usado por fiéis da Imaculada Conceição para fazer pedidos e agradecer pelas mais variadas graças alcançadas. Acompanhada da mãe, a recepcionista Débora Pedrosa, 21 anos, faz parte da multidão de devotos que sobe o Morro da Conceição anualmente. "Todo ano eu participo, desde pequena. Vou subir o morro para agradecer e para pedir", disse.

Para o aposentado Luiz Estanislau, a longevidade é motivo de agradecimento. "Sou católico e participo todos os anos. Vim agradecer pela idade que tenho, já estou com 86 anos. Para mim, é a melhor coisa do mundo, é uma penitência que cumpro todo ano", afirmou.

Fotos: Alexandre Gondim/JC Imagem
Começou nesta quinta-feira (29) a 114ª Festa do Morro da Conceição, na Zona Norte do Recife - Fotos: Alexandre Gondim/JC Imagem
Fotos: Alexandre Gondim/JC Imagem
A Procissão da Bandeira abriu os festejos inaugurando um novo percurso - Fotos: Alexandre Gondim/JC Imagem
Fotos: Alexandre Gondim/JC Imagem
Os fiéis foram agradecer às glórias alcançadas e renovar os pedidos - Fotos: Alexandre Gondim/JC Imagem
Fotos: Alexandre Gondim/JC Imagem
Milhares de fiéis acompanharam o cortejo do início ao fim - Fotos: Alexandre Gondim/JC Imagem
Fotos: Alexandre Gondim/JC Imagem
Fé foi o que não faltou - Fotos: Alexandre Gondim/JC Imagem
Fotos: Alexandre Gondim/JC ImagemFotos: Alexandre Gondim/JC Imagem
Haverá festividade até o dia 8, no Morro da Conceição - Fotos: Alexandre Gondim/JC ImagemFotos: Alexandre Gondim/JC Imagem

Novo percurso

A concentração dos fiéis começou às 17h na frente do Parque da Macaxeira, localizado na Avenida Norte, e a caminhada religiosa teve início por volta 18h, no contrafluxo do trânsito para evitar congestionamentos. A caminhada seguiu até o Largo Dom Luiz, subindo pela Rua Itacoatiara, até a praça da Conceição. O percurso tem dois quilômetros e meio.

Um trio elétrico e uma frevioca animaram os devotos ao longo da procissão. A bandeira estampada com a imagem da santa foi conduzida em um andor ornamentado com flores e luzes. Após uma apresentação da banda da Policia Militar de Pernambuco, nas proximidades da igreja, ocorreu o hasteamento da bandeira.

Celebrações 

Durante os dias de festa, serão realizadas 61 missas, além de atividades culturais e shows. De 30 de novembro a 7 de dezembro, as celebrações acontecem às 7h, 9h, 11h, 14h e 16h, com confissões ao longo do dia, entre 8h e 21h. O novenário vai ser celebrado à noite, às 19h30. No dia dedicado a Nossa Senhora da Conceição, 8 de dezembro, a partir de 0h, vão ser celebradas missas a cada hora, intercalando as cerimônias dentro do Santuário e no palco montado em frente à Torre, das 0h às 10h.

Em 2018, o tema da festa, Nossa Senhora da Conceição do Morro: Somos Igreja do Amor que Nasceu de Ti, faz referência ao Ano do Laicato, celebrado nas igrejas brasileiras até 25 de novembro último, dia do Cristo Rei, para valorizar a presença e a organização dos cristãos leigos no País.

Origem

A Festa do Morro teve origem com a comemoração do cinqüentenário do dogma da Imaculada Conceição, instituído pelo Papa Pio IX, em 1854 (século 19). O monumento com a imagem de Nossa Senhora da Conceição, uma escultura de ferro francesa, foi inaugurado em 8 de dezembro de 1904, pelo então bispo de Olinda, dom Luiz Raymundo da Silva Britto.

Últimas notícias