ACORDO

Vigilantes são orientados a retomarem as atividades no HR

De acordo com o presidente do Sindicato dos Vigilantes de Pernambuco, os profissionais receberão parte do salário e dos benefícios a partir do dia 15 deste mês

JC Online
JC Online
Publicado em 10/01/2019 às 21:48
Analise
Foto: Mário Oliveira/ TV Jornal
De acordo com o presidente do Sindicato dos Vigilantes de Pernambuco, os profissionais receberão parte do salário e dos benefícios a partir do dia 15 deste mês - FOTO: Foto: Mário Oliveira/ TV Jornal
Leitura:

Após realizarem um protesto no Hospital da Restauração, localizado no bairro do Derby, área central do Recife, nesta quinta-feira (10), os vigilantes da empresa Xerife Vigilância foram orientados a retomarem as atividades normalmente nesta sexta-feira (11). De acordo com o presidente do Sindicato dos Vigilantes de Pernambuco, Cassiano Souza, a orientação foi dada após uma reunião na tarde desta quinta no Ministério do Trabalho, que envolveu o sindicato, a empresa Xerife, responsável pela segurança do HR, e a Secretaria de Saúde do Estado (SES).

"Ficou acordado que o Estado vai repassar cerca de 1 milhão para o pagamento de parte dos salários", informou o presidente do sindicado. Segundo Souza, a verba será destinada para o pagamento de um salário, dois vales alimentação, um vale transporte e o pagamento de impostos dos profissionais. O presidente disse também que o pagamento será realizado a partir do dia 15 deste mês.

Por meio de nota, a Secretaria de Saúde do Estado informou que se comprometeu em realizar o repasse à Xerife Vigilância para que sejam feitos os pagamentos aos trabalhadores.

Confira a íntegra da nota

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) informa que, em reunião na tarde desta quinta-feira (10/01) no Ministério do Trabalho, se comprometeu a realizar, nos próximos dias, repasse à empresa Xerife para que sejam efetivados os pagamentos dos salários e benefícios dos vigilantes. Assim que a empresa comprovar o cumprimento das obrigações trabalhistas referentes aos referidos pagamentos, a SES vai trabalhar para efetivar um novo repasse. É importante ressaltar que a comprovação da regularidade fiscal é uma obrigação legal, que consta no contrato de prestação de serviço da empresa, visando a garantia do recolhimento dos direitos trabalhistas dos vigilantes.

A paralisação

Na manhã desta quinta-feira, os vigilantes realizaram uma paralisação nas atividades por atrasos nos salários e benefícios. Segundo os trabalhadores, os salários estão atrasados há dois meses e não recebem vale-refeição há cinco.

O líder do movimento, vigilante Silva, informou que o curso de reciclagem obrigatório para a categoria também estava atrasado.

Últimas notícias