IMAGENS

Pacientes são transferidos às pressas após incidente em hospital do Recife

A suspeita é de que um incêndio aconteceu numa sala no térreo do Hospital, onde existiam algumas tubulações de oxigênio, e ocasionou em um vazamento de gás

Katarina Moraes
Katarina Moraes
Publicado em 22/10/2019 às 12:54
Notícia
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
A suspeita é de que um incêndio aconteceu numa sala no térreo do Hospital, onde existiam algumas tubulações de oxigênio, e ocasionou em um vazamento de gás - FOTO: Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

Bebês recém nascidos, mães e gestantes foram retirados às pressas e transferidos para as unidades Hapvida da Avenida Caxangá e da Ilha do Leite, após incidente na maternidade e Hospital Vasco Lucena, situado na rua do Progresso, no bairro da Boa Vista, Centro do Recife, nesta terça-feira (22). No início da noite, foi divulgado um comunicado afirmando que toda a situação havia sido controlada e o atendimento normalizado.

Nota enviada à imprensa

"Na manhã desta terça-feira (22), houve um curto-circuito no ar-condicionado, na sala de repouso dos médicos no hospital. O sistema de proteção elétrica funcionou devidamente e o sistema de controle de incêndio foi acionado imediatamente. Ao mesmo tempo, a Brigada de Incêndio treinada do hospital atuou prontamente e controlou a situação. Para garantir maior conforto e segurança aos nossos pacientes e colaboradores, a unidade foi rapidamente evacuada e os pacientes transferidos para outros hospitais. O Corpo de Bombeiros já verificou todo o local, atestou que não há risco nenhum e já liberou o hospital para operar normalmente, tanto que o atendimento na unidade já está normalizado. O incidente não gerou feridos e nem danos materiais aos pacientes e colaboradores."

 

Causa

Segundo o Corpo de Bombeiros, a suspeita é de que um incêndio aconteceu numa sala no térreo do Hospital, onde existiam algumas tubulações de oxigênio, e ocasionou em um vazamento de gás.

Sete viaturas dos Bombeiros compareceram ao local e extinguiram as chamas, impedindo que se alastrassem para as outras áreas do hospital, se restringindo apenas a esta sala. Quanto ao vazamento, atingiu o térreo, 1º e 2º pavimento. Inicialmente a corporação havia informado sobre um vazamento de gás, bem como a assessoria de imprensa do grupo Hapvida, responsável pela unidade de saúde, mas depois voltaram atrás e corrigiram a informação.

A Fundação Altino Ventura, localizada na rua Soledade, ajudou na remoção dos pacientes. Apesar do susto, ninguém ficou ferido, e, segundo a assessoria do Hapvida, o hospital já teve seu funcionamento normalizado.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias