Trânsito

Reforma da Avenida Presidente Kennedy começa nesta segunda-feira

A obra na Avenida Presidente Kennedy, em Olinda, está prevista para ser executada em 18 meses, até meados de 2021

Cleide Alves
Cleide Alves
Publicado em 03/02/2020 às 14:38
Foto: Leo Motta/JC Imagem
FOTO: Foto: Leo Motta/JC Imagem
Leitura:

A reforma da Avenida Presidente Kennedy, em Olinda, foi autorizada pela prefeitura nesta segunda-feira (3/2) e o serviço já pode começar a ser executado de imediato. Orçada em R$ 15,4 milhões, a obra terá 18 meses de duração e prevê a recuperação de toda a via, que tem 4,5 quilômetros de extensão, com oito estações de ônibus, e se estende do bairro de Vila Popular até Águas Compridas. Os recursos são da Prefeitura de Olinda.

O projeto da nova Presidente Kennedy prevê obras de drenagem, com a instalação de canaletas ao longo da avenida; recuperação das calçadas com a colocação de piso intertravado de concreto; e a retirada das estações de ônibus do canteiro central. De acordo com o assessor especial da prefeitura, Evandro Avelar, as paradas voltarão para as calçadas, como antes.

Assinatura da ordem de serviço. Foto: Leo Motta/JC Imagem

“Hoje, a Kennedy tem uma faixa sinuosa para ônibus e uma faixa para carros, isso criou um conflito com risco de acidente entre os dois modais. Vamos mudar o conceito geométrico da via com uma faixa sem curvas para o ônibus”, afirma Evandro Avelar na solenidade de assinatura da ordem de serviço que autoriza o início da obra, nesta segunda-feira (3), na avenida.

Em linha reta, a pista para o transporte coletivo não será exclusiva, mas os ônibus terão prioridade de circulação, acrescenta o assessor especial. “A estação de ônibus no canteiro central é uma boa alternativa, mas não funciona na Presidente Kennedy porque a via é estreita”, destaca Evandro Avelar. A avenida tem 12 metros de largura, com duas pistas de seis metros de largura cada.

Foto: Leo Motta/JC Imagem
A Prefeitura de Olinda autorizou a reforma da Avenida Presidente Kennedy - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
O serviço já pode começar a ser executado de imediato - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Orçada em R$ 15,4 milhões, a obra terá 18 meses de duração e prevê a recuperação de toda a via - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Os recursos são da Prefeitura de Olinda - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
A via tem 4,5 quilômetros de extensão, com oito estações de ônibus - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Obras de drenagem e recuperação das calçadas - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Em linha reta, a pista para o transporte coletivo não será exclusiva, mas os ônibus terão prioridade - Foto: Leo Motta/JC Imagem

Velocidade

De acordo com ele, dois consultores especializados fizeram simulações técnicas e garantem que carros e ônibus terão um ganho de 20% na velocidade após a reforma completa. A iluminação da avenida será substituída por lâmpadas de LED, para aumentar o conforto e a segurança de motoristas e pedestres. “Também colocaremos nova sinalização horizontal e vertical”, informa Evandro Avelar.

O serviço, programado para ser executado por etapas, começa no trecho entre as Ruas Governador Agamenon Magalhães e Gentil Ferreira Gusmão (sentido cidade-subúrbio). O trânsito nessa área foi interrompido e desviado por ruas internas desde sábado (1º/2). A primeira fase deve demorar quatro meses para ficar pronta. Quando a intervenção acabar, a prefeitura inicia a obra na próxima estação de ônibus.

"Se realmente resolverem o problema da drenagem da Presidente Kennedy, o resultado da obra será perfeito, ninguém aguenta tanto alagamento", declara a técnica de enfermagem Fabíola Nascimento, moradora de Peixinhos, bairro de Olinda. "Passo pela Kennedy todos os dias, até para comprar pão", diz ela.

Últimas notícias