FOLIA PERNAMBUCANA

Alceu Valença convida Fafá de Belém e estreia Carnaval do Ibirapuera em SP

À frente do bloco Maluco Beleza, Alceu abriu a folia com clássicos do frevo e prometendo ainda sucessos do maracatu

Do Estadão Conteúdo
Do Estadão Conteúdo
Publicado em 30/01/2016 às 18:49
Foto: JC Imagem
À frente do bloco Maluco Beleza, Alceu abriu a folia com clássicos do frevo e prometendo ainda sucessos do maracatu - FOTO: Foto: JC Imagem
Leitura:

O cantor Alceu Valença estreou o carnaval no Parque Ibirapuera pontualmente ao meio-dia deste sábado (30) com uma surpresa de peso para o público: Fafá de Belém, convidada especial. 

"Quando soube desse negócio aqui, liguei pra ele e perguntei: e eu? E vim, claro. Somos amigos há 40 anos", disse a cantora. 

A partir das 13 horas, o bloco seguiu até o obelisco. Às 14 horas, havia 15 mil pessoas no bloco, segundo estimativa da Guarda Civil Metropolitana.

À frente do bloco Maluco Beleza, Alceu abriu a folia com clássicos do frevo e prometendo ainda sucessos do maracatu. "Estamos trazendo o carnaval do Recife e de Olinda para São Paulo, que, aos poucos, terá um dos maiores carnavais de rua do Brasil", disse.

No chão, seguindo o trio, um público essencialmente familiar e formado por fãs do cantor. "Já tínhamos vindo ano passado. É muito bom. Minha filha, Mariana, de um ano e oito meses, está adorando", disse Juliana Burgos, de 34 anos, grávida de cinco meses. 

A mudança do bloco para o Ibirapuera agradou o público e também Alceu. "Gostei muito de vir pra cá neste ano. Namorei muito neste parque. Agora sou casado. Só vim cantar e fazer doidice."

Aos 69 anos, o cantor mostrava muita disposição para cantar por três horas em cima do trio e alegria por poder dividi-lo com Fafá. "Hoje sou o Valenção e ela a Fafita Bonita", brincou, em lembrança à dupla mais famosa do cangaço, Lampião e Maria Bonita A produção do bloco esperava cerca de 40 mil pessoas para a festa.

Alceu lança em 24 de março seu primeiro filme: A Luneta do Tempo Uma obra, segundo ele, sobre o circo, a arte, a vida.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias