Carnaval do Interior

Paulo Câmara prestigia o Carnaval dos papangus em Bezerros

Governador foi à cidade acompanhado de secretários e deputados estaduais

JC Online
JC Online
Publicado em 07/02/2016 às 12:44
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
FOTO: Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Leitura:

BEZERROS - O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, viajou para o interior do Estado neste domingo (7) para prestigiar a festa dos papangus, em Bezerros. A cidade fica a 102 quilômetro do Recife e tem um dos principais carnavais pernambucanos. 

Paulo chegou a Bezerros por volta das 10h e andou pelas ruas da cidade, junto com secretários do governo, deputados aliados e o prefeito da cidade.

Bezerros é o terceiro maior polo do Carnaval pernambucano (os dois primeiros são Recife e Olinda) e o principal destino dos turtistas no interior o Estado, durante o Carnaval. Para o governador Paulo Câmara, a descentralização da folia de Pernambuco é uma das maneiras de valorizar a cultura local e impulsionar a economia. 

“O Carnaval de Pernambuco movimenta o Estado, gera emprego e renda. É uma festa bonita, que mantém acesa nossa cultura”, disse Paulo. 

Desde as 9h da manhã, a festa em Bezerros movimenta as ruas da cidade. Quatro polos e orquestras de frevo espalhados pelo centro animam os foliões. Segundo a prefeitura, neste domingo, 300 mil pessoas são esperadas na festa. Um contigente de 800 homens da Polícia Militar fazem a segurança do evento.

Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Em Bezerros, os papangus alegram a festa com cores e criatividade - Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Hoje é dia dos mascarados tomarem conta das ruas da cidade - Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Mascarados de todos os estilos desfilam nas ruas da cidade tornando a folia ainda mais divertida - Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Em Bezerros, os papangus alegram a festa com cores e criatividade - Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Em Bezerros, os papangus alegram a festa com cores e criatividade - Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Em Bezerros, os papangus alegram a festa com cores e criatividade - Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Em Bezerros, os papangus alegram a festa com cores e criatividade - Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Em Bezerros, os papangus alegram a festa com cores e criatividade - Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Em Bezerros, os papangus alegram a festa com cores e criatividade - Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Em Bezerros, os papangus alegram a festa com cores e criatividade - Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Em Bezerros, os papangus alegram a festa com cores e criatividade -
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Em Bezerros, os papangus alegram a festa com cores e criatividade - Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Em Bezerros, os papangus alegram a festa com cores e criatividade - Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Em Bezerros, os papangus alegram a festa com cores e criatividade - Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Em Bezerros, os papangus alegram a festa com cores e criatividade - Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Em Bezerros, os papangus alegram a festa com cores e criatividade - Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Em Bezerros, os papangus alegram a festa com cores e criatividade - Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
- Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
- Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
- Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
- Foto: Diego Nigro/JC Imagem

 

TRADIÇÃO

Vestir-se de papangu é uma prática antiga, em Pernambuco. Desde o século 19, as pessoas são fantasiam assim. Em Bezerros, os foliões colocam máscaras de papel machê e longas túnicas para desfilar pelas principais ruas de Bezerros até a Praça da Bandeira, quartel-general do Carnaval. 

“O império da rua é um elemento de esperança de que a civilização pode ser melhor”, disse o secretário de Cultura do Estado, Marcelino Granja, que acompanhou o governador na comitiva em Bezerros. 

 

Últimas notícias